Ava Max (Getty)

Ava Max revela sequela após contrair Covid-19, e comemora recuperação: “Tão feliz”

Cantora compartilhou com os seguidores a queda de cabelo que sofreu; dermatologistas já confirmaram que esta pode ser uma das sequelas do vírus

Uma das consequências comuns da Covid-19 pode ser a queda de cabelo, e a cantora Ava Max sentiu isso na pele. Nesta quarta-feira (29), ela compartilhou com os seguidores a alegria de ver os fios voltando ao normal, depois de passar por um período bem difícil após ser infectada pelo vírus.

“Pequenos fios de cabelo APARECENDO“, escreveu. “Estou tão feliz que o meu cabelo está crescendo de novo. Perdi muito cabelo quando contraí Covid no ano passado!”, completou na legenda de um pequeno vídeo publicado nas redes sociais.

A cantora contraiu o coronavírus no ano passado. (Foto: Reprodução/ Instagram)
A cantora contraiu o coronavírus no ano passado. (Foto: Reprodução/ Instagram)

Segundo o TMZ, a Academia Americana de Dermatologia já confirmou que a queda de cabelo é uma consequência secundária do vírus. Para ser mais específico, os especialistas dizem que a febre alta de várias doenças, incluindo a Covid-19, pode resultar em “queda de cabelo perceptível”. Normalmente, pode começar até três meses depois que o período febril passar. Os “tufos de cabelo” podem sair durante o banho e o problema pode persistir por até nove meses.

Ava comemorou que os cabelos estão voltando à normalidade. (Foto: Getty)
Ava comemorou que os cabelos estão voltando à normalidade. (Foto: Getty)

Além da voz de “Sweet but Psycho”, muitas pessoas que foram infectadas pelo coronavírus experimentaram como sequela a queda do cabelo de forma inesperada, às vezes em áreas específicas da cabeça. “É uma queda abrupta que chamamos de eflúvio telógeno. A pessoa tem a Covid e, geralmente, depois de um mês já começa a ter a queda de cabelo acentuada. Isso depende do grau que a pessoa teve a Covid, se for um nível muito inflamatório , com muita liberação de citocinas inflamatórias, muito estresse e liberação de carga viral, essa queda de cabelo pode começar às vezes com trinta dias, ou pode começar com dois a três meses”, explicou a dermatologista Kátia Takahashi em entrevista ao portal G1.

Continua depois da Publicidade

Em agosto deste ano, Drake rebateu um comentário feito por fãs sobre seu cabelo, afirmando que sua aparência sofreu mudanças como consequência de ter sido infectado pelo vírus. Desde novembro de 2020, o astro ostentava um pequeno coração na cabeça, feito com navalha. No entanto, uma foto mostrou que a parte inferior do desenho foi raspada, mudando um pouco a linha do cabelo de Drake, que sempre foi milimetricamente impecável. “Esse coração está estressado”, escreveu um perfil de fã-clube no Instagram, atribuindo a queda de cabelo a questões amorosas.

O artista apareceu nos comentários para dar uma explicação. “Eu tive Covid, essa m*rda ficou estranha, eu tive que deixar crescer de novo, está voltando, não falem mal”, pediu Drake. O canadense não disse precisamente quando adoeceu, mas em março de 2020, ele precisou fazer um teste após ter contato com o jogador Kevin Durant, que contraiu a Covid-19.