Anitta se defende de acusações de racismo por foto com Ludmilla, e explica o que aconteceu com montagem postada no Instagram; saiba os detalhes!

Nesta sexta-feira (4), Anitta viu seu nome parar entre os assuntos mais comentados do Twitter. O motivo? Internautas acusaram a cantora de ter sido racista ao compartilhar uma imagem em seus stories com a foto de Ludmilla em um contexto controverso. Por meio da sua assessoria de imprensa, a artista explicou o que ocorreu de fato.

Ao longo do dia, viralizou na web, uma das fotos recentes de Anitta no Instagram, porém com modificações feitas por um fã da artista, que a transformou na famosa boneca Barbie na versão “Vida de Patroa”. Além disso, a pessoa que criou a imagem incluiu uma foto da cantora Ludmilla no canto superior direito, usando óculos escuros e peruca verde.

Anitta repostou a montagem nos stories do Instagram com a legenda “Eu tô morrendo” e uma longa risada. Logo em seguida, o post foi recebido com revolta por muitas pessoas, que acusaram a estrela de racismo por compartilhar a imagem. A interpretação de grande parte dos internautas foi que Ludmilla estava ali para representar o contexto de “patroa versus empregada”, e que ela teria que servir Anitta. Outros entenderam que a imagem era como se fosse um pôster de filme, e Lud estava representando o papel de vilã ali.

A foto original publicada por Anitta e a versão modificada pelo fã com Ludmilla. Fotos: Reprodução/Instagram

Continua depois da Publicidade

Qual era o intuito de quem criou a montagem ninguém sabe, mas Anitta revelou que não tinha qualquer intenção de reforçar alguma dessas opções, principalmente a com viés racista. A assessoria da cantora emitiu uma nota, explicando o que aconteceu: “Anitta repostou nos stories do instagram uma montagem feita por um ‘fã’, absolutamente sem perceber que havia uma provocação escondida na imagem. Em menos de 2 minutos, a cantora foi alertada e apagou e denunciou o conteúdo”.

View this post on Instagram

SOCORRO! HAHAHAHAHA O REPOST DA @anitta

A post shared by S U B C E L E B R I T I E S (@subcelebrities) on

Anitta e Ludmilla colocaram um ponto final na amizade que tinham no ano passado, por conta de um desacordo entre as duas em relação aos créditos de composição do feat “Onda Diferente”. Nos bastidores, a discussão foi ainda mais intensa. Em junho deste ano, Ludmilla se irritou com um comentário feito por Anitta e expôs diversos detalhes da briga. O apelido de “patroa” para referir-se à poderosa, inclusive, surgiu em um dos prints divulgados pela artista.

Quando tudo isso veio à tona, Ludmilla acabou sendo vítima de racismo nas redes sociais com comentários que a chamavam de “macaca” e diziam para ela “voltar para o tronco”, referência clara aos tempos da escravidão. Na época, Anitta se manifestou e repudiou veemente o que estava acontecendo. “Criminosos covardes que se dizem meus fãs propagando mensagens de racismo e injúria racial nas redes sociais. Já disse e repito – isso é abominável e inadmissível!”, afirmou ela, no Twitter.

Continua depois da Publicidade

A artista avisou ainda que seus advogados foram acionados e estavam apurando o caso. “Minha equipe já está apurando tais perfis que até então não foram identificados como membros de nenhum fã-clube dos nossos registros. Mas não me calarei ou me acomodarei frente a esses absurdos que tenho lido e que estão chegando até mim. Quem fez isso vai pagar pelo que fez. E quem pensar em fazer, saiba que a justiça vai atrás de você também. Já acionei advogados e especialistas em crimes de internet. Racismo não. Racismo é crime”, completou.