Fotojet (1)

Kris Jenner se emociona em tribunal e diz que Blac Chyna teria apontado uma arma contra a cabeça de Rob Kardashian

O processo movido por Chyna contra a família Kardashian está em andamento. Segundo a maquiadora, tudo não passou de uma “brincadeira”

O julgamento envolvendo Blac Chyna e a família Kardashian teve novos desdobramentos nesta sexta-feira (22), com o depoimento de Kris Jenner. Segundo o TMZ, a matriarca chegou a acreditar que Chyna mataria seu filho, Rob Kardashian. A modelo, inclusive, teria apontado uma arma para o ex-marido.

Em sua fala, Kris disse que o filho tinha “marcas de fio de telefone, que a esposa enrolava em seu pescoço, além da camisa toda rasgada“. Enquanto testemunhava, a momager teria chorado ao lembrar do momento em que Chyna, supostamente, colocou uma arma de fogo na cabeça de Rob durante uma das brigas do casal.

“Ela disse que era engraçado, Chyna disse que era engraçado, uma piada. Não é engraçado. Tenho lembranças horríveis de estar em Paris com minha filha do lado de fora de um apartamento”, disse Kris, relembrando o assalto sofrido por Kim Kardashian na capital francesa.

O advogado de Chyna também questionou Kris sobre o envio de uma mensagem de texto que dizia: “Ele (Rob) está devastado e precisa abandonar a v*dia”. Ela então respondeu que enviou a mensagem em um momento de raiva, e que “poderia ter usado uma palavra que fosse mais legal”. 

Sobre o motivo de não ter chamado a polícia, a Jenner declarou que o casal já tinha problemas suficientes e preferiu que seus próprios seguranças lidassem com o assunto.

Continua depois da Publicidade

Em outra mensagem, a empresária afirmou que “Chyna deu uma surra na cara de Rob“, mas garantiu ao júri que isso foi somente uma “figura de linguagem”, comparando a situação ao tapa de Will Smith em Chris Rock no Oscar: “É como se eu estivesse no Oscar e fosse atingida no rosto, poderia dizer que levei uma surra”.

Robert Kardashian e Blac Chyna (Foto: Getty)

Depoimento de Blac Chyna

Em seu depoimento, na quarta-feira (20), a maquiadora disse que segurou a arma, mas nunca colocou o dedo no gatilho, além de garantir que tudo não passou de uma brincadeira. Ainda, ela afirmou que “enrolar um fio de iPhone em volta no pescoço de Rob também foi uma piada“, apenas para chamar a atenção do ex. Ela também negou que em algum momento tenha ameaçado bater ou matar Rob Kardashian.

Continua depois da Publicidade

O julgamento

Black Chyna entrou com a ação contra o clã Kardashian-Jenner em 2017, logo após a separação, alegando que a família foi responsável pelo cancelamento do spin-off de “Keeping up with Kardashians“, focado na vida dela com Rob Kardashian. Ele, inclusive, chegou a divulgar fotos íntimas da ex nas redes sociais pouco antes do cancelamento do reality show vir a público.

Além disso, Chyna também está processando o ex-marido por agressão e assédio. Se somadas todas as ações movidas por ela, a indenização da modelo pode chegar a US$ 100 milhões (cerca de 480 milhões na cotação atual) em danos morais.