House of Gucci (Reprodução/ Warner Bros.)

House Of Gucci: Herdeiros da Gucci detonam filme sobre a família: “Espetáculo falso e injusto”; confira a nota

Xiii! Parece que nem todo mundo ficou satisfeito com o filme “House Of Gucci“… Mesmo com toda a expectativa, aclamação e uma performance que pode render a Lady Gaga um Oscar, os herdeiros da família Gucci odiaram a produção. Nesta segunda-feira (29), eles emitiram um comunicado expressando estarem “perturbados” pela forma como os familiares foram retratados, e chamando o longa de “extremamente doloroso”.

O filme, lançado no dia 25 de novembro, conta a história do assassinato de Maurizio Gucci, que foi morto a tiros em 1995. A personagem de Gaga, Patrizia Reggiani, passou 18 anos presa por arquitetar a morte do ex-marido, interpretado por Adam Driver. Na nota enviada à agência de notícias italiana ANSA e publicada pela revista Variety, os herdeiros de Aldo Gucci, interpretado no filme por Al Pacino, afirmam que a família foi retratada de forma mentirosa.

 Lady Gaga e Adam Driver são os protagonistas do longa. (Foto: Getty)
Lady Gaga e Adam Driver são os protagonistas do longa. (Foto: Getty)

“A produção do longa não se preocupou em nos consultar antes de descrever Aldo — presidente da empresa por 30 anos — e os membros da família Gucci como bandidos, ignorantes e insensíveis ao mundo ao seu redor. Isto é extremamente doloroso do ponto de vista humano. E um insulto ao legado sobre o qual a marca é construída hoje”, diz o comunicado.

A declaração ainda detalha a discordância da família sobre o “retrato” de Patrizia Reggiani no filme, e das declarações do elenco que, segundo eles, colocam a assassina “como uma vítima tentando sobreviver em uma cultura corporativa machista, corporativista e chauvinista”. Para os herdeiros, “isto não poderia estar mais longe da verdade”.

Captura De Tela 2021 07 29 Às 21.26.58
Lady Gaga em House of Gucci (Foto: Reprodução/YouTube)

Na nota, eles explicam que durante os anos 80, época em que o filme é ambientado e que a grife foi comandada por integrantes da família, a empresa era “inclusiva”: “Havia várias mulheres que ocupavam altos cargos na Gucci, quer fossem ou não membros da família. Como a presidente da Gucci America, a chefe de relações públicas e comunicações globais e um membro do conselho de administração da empresa Gucci America”.

Para concluir o desabafo, os herdeiros afirmam que se garantem no direito de agir para proteger o nome, a imagem e a dignidade de si mesmos e de seus entes queridos. “A Gucci é uma família que vive honrando o trabalho dos ancestrais, cujas memórias não merecem ser perturbadas para um espetáculo falso e injusto com os protagonistas”, finalizaram.

Apesar da notável indignação, por enquanto a família não planeja entrar com medidas legais contra a Warner Bros. ou os responsáveis pelo longa, segundo a Variety.

Continua depois da Publicidade

Em entrevista exclusiva e recente a Hugo Gloss, Lady Gaga e Jared Leto deram detalhes sobre o longa, contando como foi fazer parte da produção. Assista: