Nicole Scherzinger é processada por fundadora das Pussycat Dolls. (Getty)

Nicole Scherzinger é processada por fundadora das Pussycat Dolls; saiba motivo

Nem tudo são flores no mundo da música e o barraco tá armado de vez, meu povo! A fundadora do grupo The Pussycat Dolls, Robin Antin, está processando Nicole Scherzinger, vocalista da girl band, e pedindo uma indenização multimilionária. De acordo com os documentos judiciais divulgados pelo “The Hollywood Reporter” nesta sexta-feira (3), a empresária e coreógrafa acusa Nicole de quebra de contrato.

Segundo a publicação, Nicole Scherzinger concordou com uma reunião das Pussycat Dolls, grupo musical que foi sucesso nos anos 2000. A ideia era que, além das performances, ela se apresentasse com novas integrantes, como uma espécie de bênção para a nova geração. Com a pandemia de Covid-19, as datas dos shows precisaram ser remarcadas. Agora, de acordo com uma ação movida no Tribunal Superior de Los Angeles, a cantora está ameaçando desistir da grande turnê, a menos que receba uma participação majoritária e controle criativo completo para relançar o grupo.

Robin Antin ainda teria recebido uma nota promissória, durante as negociações, em 2017, no valor de US$ 600 mil (cerca de R$ 3 milhões na cotação atual), da Live Nation, na “confiança de que Scherzinger” estaria na turnê de reunião. Por conta disso, as partes teriam fechado o acordo em 2019. Nos detalhes do processo, constam que a cantora concordou em fazer 45 shows, recebendo 49% dos lucros.

Nicole Scherzinger e as Pussycat Dolls. (Fotos: Reprodução/YouTube)

Robin alega que gastou muito tempo e dinheiro e que Nicole até promoveu o revival “brevemente” nas redes sociais, mas que agora está tentando “desistir e refazer seu contrato”. De acordo com as informações, Scherzinger desta vez quer receber 75% dos lucros das Pussycat Dolls, e ainda ter autoridade nas decisões finais. Além disso, ela estaria se “recusando a participar dos shows a menos que consiga o que deseja”. A empresária, no entanto, não concordou com os novos termos e, em maio deste ano, Nicole supostamente desistiu da turnê.

Os shows estavam inicialmente programados para acontecer entre maio e junho de 2021. Segundo Robin, as novas datas já teriam sido escolhidas, mas por conta da “extorsão” de Nicole, a Live Nation exigiu a devolução dos US$ 600 mil. Agora, ela está cobrando que a cantora pague uma indenização por seu “comportamento”.

Continua depois da Publicidade

O resultado do processo deve determinar o futuro do grupo. Nicole Scherzinger foi a maior revelação das “Pussycat Dolls” e é um rosto conhecido em vários programas musicais, como “The X-Factor”, “Dancing with the Stars” e “The Masked Singer”. Nem os representantes e nem a artista se manifestaram sobre o caso até o momento.

Ainda em 2019, o grupo fez um breve comeback e apresentou um medley incrível de seus maiores hits, além de um novo single, intitulado “React”. Assista: