BBB20: Babu Santana avalia comentários de Ivy e Marcela sobre ele dentro do confinamento: “Fiquei com vergonha por elas”; vem ver!

O “BBB 20” foi marcado por uma série de acontecimentos que repercutiram bastante do lado de fora da casa, gerando debates sobre tópicos importantes. Nesta quinta-feira (30), Babu Santana comentou alguns deles. Em entrevista ao jornal Extra, o quarto colocado no reality show foi questionado sobre falas de Ivy e Marcela no confinamento sobre ele – cujo teor de racismo estrutural foi sinalizado por muitos espectadores.

“Não fiquei chateado, fiquei com vergonha por elas”, soltou Babu. Para o ator, isso reflete a opinião de muitos na sociedade: “Não posso dizer que fico feliz. Mas elas só reproduzem o que muitas pessoas pensam. Não sou um religioso, mas sou um homem de muita fé. Sempre que vou rezar, no final das minhas rezas, eu sempre peço que o universo, Deus, Buda, que qualquer coisa que você siga aí, que ilumine a cabeça e pensamento e perdoe os comportamentos dessas pessoas”.

Segundo Babu, ele, Ivy e Marcela poderiam ter sido amigos na casa. (Foto: Reprodução/Globo)

Babu abordou também sua postura no jogo, e disse que eles até poderiam ter sido amigos na casa. “Acho que elas perderam a chance de ter um amigo bacana, que só teceu críticas sobre o jogo e o nosso dia a dia lá”, lamentou o carioca. O intérprete de Tim Maia nas telonas ainda completou: “O que eu tive foi um sentimento de lamentação e peço desculpas ao Brasil por ter assistido ao posicionamento de pessoas equivocadas”.

Durante o jogo, Ivy causou controvérsia e foi acusada de racismo por alguns comentários referentes a Babu – em quem votou quase todas as vezes em que foi ao confessionário. Além de dar risada do pente do ator, a modelo disse que “ser preto não é malefício nenhum”. A mineira comparou: “Quanto mais morena eu fico, mais eu gosto”.  No “Encontro”, a ex-BBB lamentou sua postura. Relembre:

Marcela também recebeu críticas por algumas atitudes, como na vez em que disse que se o “BBB” fosse uma escola, Babu seria o dono da cantina, porque “estava sempre p*to”. No entanto, após deixar a casa, a ginecologista pediu perdão por sua postura no reality. “Racismo não dá pra questionar. Se alguém se sentiu dolorido com alguma coisa que eu falei… é só um pedido de desculpa que eu tenho, e peço que me seja sinalizado, pra que eu possa entender e aprender com isso”, declarou. Confira: