Fotojet (42)

BBB22: Gustavo e Laís têm DR após votação e brother toma decisão sobre relacionamento; assista

Os dois conversaram sobre o voto da médica na formação do paredão, e o empresário admitiu que não esperava ter relações afetivas no programa

Habemus DR! A formação do paredão que rolou ontem (6) abriu os olhos de Gustavo Marsengo para a relação que mantém com Laís Caldas. O curitibano não curtiu muito saber que a ficante não o priorizou na hora da votação e, hoje, os dois tiveram uma conversa mais definitiva, que terminou com o rapaz sugerindo o afastamento dos dois dentro do “BBB 22“.

Mesmo depois do pedido de Gustavo para votar em Eliezer, Laís optou por escolher Natália dentro do confessionário. Depois que Tadeu Schmidt anunciou o resultado e as quantidades de votos, Marsengo logo concluiu que a médica optou por não protegê-lo. E ele deixou bem claro sua insatisfação com ela ao rejeitar um abraço seu na hora em que saía para a disputa da prova Bate e Volta. “O que foi aquilo ontem, a sua reação?”, questionou Laís.

“A minha reação foi o seguinte: eu já esperava ser votado pelo quarto [Lollipop], óbvio”, começou o participante. “Eu ainda te falei que tu estava na reta”. ressaltou Laís. Gustavo concordou e admitiu que tinha esperanças de ser salvo, caso a médica tivesse votado em Eliezer. “Lembra quando a gente conversou na sala? Que você virou e disse: ‘Eu entendo seu lado. O que eu puder fazer para poder te salvar, eu vou fazer’. E eu tentei jogar outro nome”, ponderou Caldas sobre a saia justa em que ficou com o rumo do jogo.

Continua depois da Publicidade

O brother afirmou que não tinha outra opção e na sequência falou o de Lucas Bissoli, o que Laís concordou sendo uma opção mais viável para direcionar votos. “Pode ser um. Gosto muito dele, mas votaria”, alegou a sister. “E tu lembra quando tu virou e falou assim pra mim: ‘Laís, se a gente colocar outro nome tu vota? Eu falei: ‘Se não for do meu quarto e eu achar consciente, eu voto. Aí tu falou Jessi'”, continuou Caldas. “Lembra na festa que você falou: ‘E se ficar entre eu e Eli você desempata pra mim?’ Você falou que sim”, recordou Gustavo.

Mas os dois discordaram sobre essa conversa… “Não falei”, garantiu Laís. “Então eu escutei coisa”, minimizou o brother. Ela rebateu: “Pode ser, está gravado”. O empresário, no entanto, admitiu que  o problema todo estava em perceber que não era prioridade da parceira. “Tudo bem. Mesmo que estiver gravado, sabe por que eu estou magoado? Eu te colocava como prioridade e você obviamente não me coloca como prioridade”. “Coloco”, rebateu a médica.

Laís argumentou por quais motivos não poderia votar em Eliezer nesse momento do jogo. “Você chegou três semanas depois e a gente já tinha criado um vínculo muito grande com o pessoal do meu quarto, certo? Eu ia ser totalmente incoerente se tivesse votado no Eli agora. Vai chegar uma época que vai afunilar cada vez mais e, sim, vou ter que optar por isso”, defendeu-se. “A minha hora já tinha chegado“, provocou Gustavo.

Continua depois da Publicidade

“Foi até o que a Nat havia falado comigo antes e eu disse: ‘Se tiver bem afunilado, eu sei que minha relação está estreitando cada vez mais com o Gustavo. Eu vou votar no Eli para salvar o Gustavo. Porque eu sei que ele me prioriza”, continuou a participante. Ela ainda falou que tinha em mente uma outra possibilidade em que Pedro Scooby indicava Eliezer ao paredão, assim ela poderia votar em Jessilane no confessionário.

Marsengo voltou a dizer que a questão realmente não era a estratégia, mas algo mais pessoal. “Eu estava falando com a Lina. Eu entendo seus motivos de não ter votado no Eli e respeito. Mas você tem que entender os meus motivos de estar magoado. Porque até a Natália, que prometeu não votar em mim duas horas antes da votação [votou em mim], bateu um negócio”, confessou.

“Para mim, a Natália não ia votar em você, ia empatar e o Scooby te tirar. Eu estava nessa esperança, só que tudo mudou. Também não tive culpa, porque eu tentei . Seu amigo Arthur que poderia ter te ajudado e não ajudou…”, alfinetou Laís. “Não é meu amigo. Já falei para ele que qualquer chance de ser aliado dele acabou quando ele não me ajudou. Ontem saí magoado com três pessoas”, lamentou Gustavo.

A médica continuou argumentando sobre a aliança que foi formada no quarto Lollipop, ressaltando mais uma vez o tempo de confinamento que estão juntos. Marsengo, porém, foi bem sincero ao expor sua visão sobre a disputa do reality show. “Sim, respeito e admiro [a aliança de vocês]. Mas eu falei até na minha entrevista que não estou indo para fazer amigo. Amigo eu tenho aqui fora. Se eu fizer ótimo, mas meu foco não é esse. Meu foco é ganhar”, admitiu.

Continua depois da Publicidade

Mas o participante ponderou e admitiu ter sido surpreendido com o vínculo que criou com Laís Caldas. “As pessoas confundem muito isso e realmente colocam o sentimento em cima do jogo. Isso eu falei que não ia colocar. Mas com você era diferente. Com você eu esperava botar o sentimento acima do jogo. E eu vi que isso vai me magoar. Então, prefiro voltar para o raciocínio que eu tinha antes. Não colocar sentimento em cima de jogo em momento algum”.

A médica entendeu o recado nas entrelinhas e questionou: “Você prefere que a gente não continue junto?”. “No momento, a melhor coisa é a gente se afastar. Porque eu sei que vou ter essa mágoa mais pra frente de novo. Se eu esperar algo de você, você não pode me dar por motivos, eu entendo. Mas vai me magoar. Se na próxima semana acontecer isso de volta, vou ficar magoado. Mas o carinho por você sempre vai existir”, respondeu o brother. Vixe, pelo visto temos menos um casal na casa!