Fotojet (18)

Detonada por Carlos Alberto de Nóbrega, Gorete Milagres, a Filó, dá a MELHOR resposta e faz revelação inédita sobre caso Sandy & Jr.; assista

O banco da praça está pegando fogo! Na quarta-feira (28), Carlos Alberto de Nóbrega concedeu uma entrevista polêmica ao canal do YouTube de Rafinha Bastos, “Mais que 8 Minutos”, afirmando que Gorete Milagres foi a “pior companheira de gravação” em “A Praça é Nossa“. Neste sábado (31), a atriz mineira gravou um vídeo, caracterizada como a personagem Filó, rebatendo as acusações feitas pelo veterano, e expondo bastidores do programa do SBT.

As críticas de Carlos Alberto

Para Rafinha Bastos, Nóbrega relatou uma situação que teria vivido com Gorete, na época em que ela foi sondada pela TV Globo para integrar o elenco de Didi. “Ela se deslumbrou, porque eu que a trouxe [para o SBT] via Arno Rodrigues e aconteceu uma coisa chata. […] Ela ia para a Globo, para os ‘Trapalhões’. Eu a levei na minha sala – eu era diretor do SBT -, mostrei uma carta que o Carlos Manga mandou pra mim dizendo que o Renato [Aragão] estava precisando de texto e pedindo para eu mandar alguns. Eu disse que não, que não fazia isso. Eu disse para ela: ‘Você vai fazer o Trapalhões, olha o que vai acontecer, não tem redator, toma cuidado'”, disse.

No entanto, a artista realmente assinou o contrato com a emissora carioca, e Carlos Alberto afirmou ter descoberto isso quando viu o anúncio sendo feito no “Domingão do Faustão“. O humorista alegou que Silvio Santos ainda tentou negociar para Milagres permanecer no canal, mas a atriz teria imposto condições que deixaram Carlos indignado. “Fiquei sabendo que o Silvio tinha ido na casa dela e feito uma proposta milionária para ela continuar e uma cláusula que ela exigiu foi não fazer a ‘Praça’, ela se negou. Eu fiquei mil vezes mais chateado com o Silvio do que com ela, porque se ela não tem a responsabilidade, a humildade, o Silvio tem. Então o Silvio deixar foi muito pior do que ela pedir”, pontuou.

Continua depois da Publicidade

Segundo o apresentador, Gorete Milagres pediu desculpas pelo ocorrido ao seu filho, o diretor Marcelo de Nóbrega, e que eles estariam negociando uma volta da atriz para o SBT. Mas Carlos Alberto declarou que não quer ver a artista em seu programa mais. “Meu filho disse que ela pediu desculpas, disse que não é nada disso, eu disse: ‘Filho, depois que eu morrer, se você quiser você põe, mas comigo vivo nunca mais ela senta naquele banco’. Não é que eu tenha raiva dela, eu não quero trabalhar com ela. Quero que ela seja feliz, quem não erra na vida? Mas não vai errar a segunda, senão eu sou burro”, declarou. No bate-papo, o humorista ainda afirmou que Gorete foi a responsável pela saída de Moacir Franco do programa “Ô… Coitado”.

A surpresa de Gorete

Na sexta-feira (30), Gorete Milagres reagiu à entrevista, e prometeu gravar um vídeo com a sua versão da história. “Nunca briguei com este senhor e não sei de onde ele tira tanta raiva. Eu nunca coloquei em contrato que não queria voltar pra Praça e isto eu posso provar. […] Depois da história da Globo, o recebi na minha casa assim como fui em festas na casa dele. Ele foi no meu aniversário de 40 anos, passou a noite conversando com o meu pai e daí três dias me demitiu. Mesmo depois da demissão mantemos uma relação cordial, eu ia gravar com Silvio e ia vê-lo!”, adiantou na publicação.

“Eu sofri muitos abusos dentro da TV . Recentemente, falei sobre isto para revista Cláudia, Heloísa Tolipan e Patricia Kogut. Meu Deus cura este coração raivoso. Por este homem eu só tenho gratidão. Que o coração dele possa ser curado!”, finalizou a artista. A atual esposa de Carlos Alberto, Renata Domingues, saiu em defesa do ator. “Ele nunca declarou ódio a você, quanta injustiça. Ninguém pode julgar o coração de uma pessoa, principalmente a quem lhe abriu as portas”, escreveu. “De 6 em 6 meses, ele destila ódio”, respondeu Gorete.

E7lrihswyaakb9b
Gorete Milagres adiantou desabafo em post no Instagram, e posteriormente apagou. Foto: Reprodução
E7lsshtweas9aqu
Atual esposa de Carlos Alberto saiu em defesa do marido. Foto: Reprodução

Continua depois da Publicidade

A resposta certeira de Filó

Conforme prometido, a atriz mineira divulgou neste sábado (31), um vídeo com pouco mais de 15 minutos de duração. Para deixar o desabafo e as revelações sérias que fez em um tom mais leve, a artista optou por gravar caracterizada como sua icônica personagem Filó. Logo no início, ela diz que é muito grata a Carlos Alberto de Nóbrega pelas oportunidades que recebeu, mas ponderou que não era obrigada a aceitar as “não verdades” que estavam sendo ditas.

A personagem reagiu com estranhamento à fala de Nóbrega de que Gorete foi sua pior companheira de cena. “Será que isso não é o lapso da Covid, não?! Porque você falou lá [na entrevista] que tá com problema de lapso da Covid, né?! Quem sabe?! Vocês eram tão amigos, vocês nem nunca brigaram!”, afirmou Filó, destacando que o humorista frequentava a casa da atriz e que a relação era muito harmoniosa fora das câmeras. Outro ponto rebatido foi de que o apresentador “pagava muito bem”. Filomena relembrou que o primeiro salário oferecido era mais baixo do que faturava com uma apresentação de teatro. “Ela (Gorete) falou: ‘Filó, aceita que vai ser o pior/melhor contrato da sua vida!’ E não é que foi?!”, reconheceu a mineira sobre o sucesso no SBT.

Filo
Gorete Milagres conquistou o Brasil como Filó em “A Praça é Nossa”. (Foto: Reprodução / SBY)

Seis meses depois, a atriz teria pedido um aumento para Carlos Alberto de Nóbrega, que foi negado. Na mesma época, ela recebeu a proposta de Renato Aragão para integrar o elenco da “Turma do Didi” e foi para a TV Globo. Mas as coisas não aconteceram como o esperado… Segundo Filó, a ideia era fazer outra personagem para Gorete Milagres, mais sexy. “Ele queria colocar a dona Gorete de mocinha, de minissaia. Nem perna ela tinha, Carlos Alberto!”, divertiu-se Filó, explicando que a atriz terminou na “geladeira” da “plim plim”.

Continua depois da Publicidade

A personagem mostrou um contrato que seria o da sua segunda contratação no SBT, quando Silvio Santos a visitou na sua casa e pediu que ela voltasse para a emissora. O acordo demandava que Gorete Milagres atuasse em dois programas de humor, e um deles era “A Praça é Nossa”. “Você me recebeu tão bem!”, lembrou Filó sobre Nóbrega. Paralelo a isso, a emissora criou o programa “Ô… Coitado”, estrelado pela atriz e Moacyr Franco, em 1999, que se tornou um fenômeno estrondoso de audiência, incomodando até mesmo a TV Globo nos números. Por conta de várias fofocas maldosas que eram divulgadas na imprensa, a artista recebeu um novo convite do canal dos Marinho e cogitou aceitar, uma vez que estava insatisfeita com o clima de intrigas.

Silvio Santos teria a procurado pela segunda vez em sua casa. Um terceiro contrato foi feito, este rebatendo a versão apresentada por Carlos Alberto de Nóbrega. Filó explica que foi o “dono do baú” quem decidiu que ela só faria um programa na emissora e não poderia voltar para a ‘Praça’. “Ele falou! Por causa de uma questão de marketing”, afirmou, e em seguida leu a cláusula que acordava tal condição. A negociação ainda continha uma multa de R$ 54 milhões, caso o contrato fosse quebrado. As informações vieram à tona nos corredores do SBT na época, e causaram muito ciúmes. “Quando ela (Gorete) chegou na televisão, todo mundo virou a cara pra ela. Começou uma falazada! Uma fofocaiada! Dona Gorete sofria, sofria (sic)”, recordou Filó, revelando que as únicas pessoas que a tratavam bem eram Gugu Liberato, Moacyr Franco e Otávio Mesquita.

Imagem1 2
Gorete e Moacyr Franco protagonizaram o humorístico “Ô… Coitado”. (Foto: Reprodução / SBT)

Com o excesso de notícias falsas circulando na mídia, Silvio Santos teria se irritado e decidido tirar Moacyr Franco de “Ô… Coitado”. “O Silvio descabelou e falou: ‘Vamos fazer o seguinte, o programa é seu (Gorete) e eu vou dar outro para o Moacyr’. E ele disse que ia aumentar a grade do SBT. Então, não fui eu que tirei o Moacyr Franco, não”, se defendeu. A personagem lembrou que o fim de seu programa, em 2001, foi avisado de uma hora para a outra no camarim. “Dona Gorete caiu no chão, foi parar no hospital, quase teve que colocar um marcapasso”, revelou. Mais uma vez, Filó voltou para “A Praça é Nossa” e, ainda segundo ela, a relação com Carlos Alberto seguiu muito amigável.

Ela até lembrou um episódio bem pessoal. “No aniversário de 40 anos de Gorete, você conversou a noite inteira com o pai dela, elogiou ela, como o pai dela era bacana e tudo. Foi num sábado, na terça, a dona Gorete chegou lá na praça e foi mandada embora. Você falou que não foi você, não, que foi [ordem] lá de cima. Tudo bem, ela acreditou”, disse Filó. Então, a carreira de Milagres teve um novo salto, com o filme premiado “Tapete Vermelho”, uma contratação pela Record TV, e uma quarta passagem rápida pelo SBT, quando ela viu que não tinha como continuar ali mesmo.

Continua depois da Publicidade

Pouco tempo depois, quando fez sua estreia bem-sucedida no canal Multishow, a atriz mineira percebeu que a relação com Carlos Alberto tinha mudado. “Não sei o que deu na sua cabeça, Carlos Alberto! Você começou a falar mal dela. Indo nos programas de fofoca, falando mal dela, descascando ela. Ela ficava tão chateada. Por quê? Tudo tava tão bem, saiu amiga [do SBT]. Por que o Silvio Santos foi na casa dela? Por que ele valorizou ela? Por que ela foi campeã de audiência? Mas ela merecia! As melhores empresas anunciavam no programa dela. Ela tinha valor! Mas por que, Carlos Alberto? Você não precisa disso!”, alfinetou a personagem.

Filomena ainda destacou um outro caso, mostrando o quanto Gorete manteve sua gratidão ao ex-colega de maneira pública. “Mesmo você falando mal dela, um dia ela ganhou um prêmio de uma revista e você tava lá e ela dedicou o prêmio pra você. Você lembra? Aí você deu um abraço nela e disse: ‘Vamo gravar lá na Praça?’. Ela falou: ‘Não posso, agora tô contratada do Multishow’. Na outra semana, você foi no programa de fofoca e cascou (sic) falando mal dela. Foi fazendo mal pra ela, sabe?!”, declarou, para afirmar em seguida que a amizade de Milagres e Moacyr Franco seguia intacta.

Gorete Milagres
Gorete Milagres reclama que Carlo Alberto falou mal dela publicamente diversas vezes. (Foto: Reprodução)

Tanto que, em 2016, os dois gravaram um piloto para reviver “Ô… Coitado” no SBT. Essa ocasião teria rendido um novo mal-estar com Carlos Alberto de Nóbrega. “Todo mundo com a cara ruim, todo mundo foi ficando esquisito, com um segurança perto. O que é que aconteceu? [Responderam:] ‘Ah, o Carlos Alberto ficou tão bravo, tão bravo, que resolveram colocar segurança aqui perto de você pra gente poder gravar'”, falou a personagem. O projeto, misteriosamente, não foi para frente e, pouco tempo depois, Moacyr Franco foi demitido da “Praça é Nossa” e do SBT.

Filó também rebateu a história a respeito do convite mais recente para integrar o elenco do humorístico mais uma vez. De acordo com seu relato, Marcelo de Nóbrega a procurou e ela questionou se Carlos Alberto sabia disso. O diretor disse que iria consultar o humorista, mas Gorete teria adiantado que não seria aprovado, já que o ex-colega vivia falando mal dela. “A Dona Gorete pensou: ‘Quem sabe essa não é solução? Eu vou voltar pra Praça pra ele parar! Pra ele dar um pouquinho de paz! Porque é um tormento ser caluniada, uma pessoa falando mal, um homem de tanto poder falando o que não é verdade’. Então eu vou voltar pra ficar livre!”, relatou a personagem.

Continua depois da Publicidade

Gorete Milagres teria aceitado um convite e ainda escreveu um texto que foi enviado para Marcelo. Mas, ao contrário do que foi dito por Carlos Alberto, ela não pediu desculpas. “Não pedi desculpas, nem eu e nem a dona Gorete. E ela também não vai pedir! Então, encerra esse assunto aqui agora. Esquece esse negócio de voltar pra Praça! Se isso que te atiçou pra você voltar a falar, esquece. Tá bom?!”, disse.

A nova versão sobre a polêmica de Sandy & Jr.

Em julho de 2020, uma polêmica envolvendo o nome da família Nóbrega veio à tona com o lançamento do documentário “Nossa História”, contando a vida de Sandy e Junior. Nos episódios, Xororó relatou que os filhos foram expulsos do SBT por um diretor da casa. Marcelo de Nóbrega assumiu a culpa publicamente e pediu desculpas pelo ocorrido. 

Fotojet 17
Xororó chegou a ficar emocionado quando desabafou sobre a expulsão de Sandy e Junior no SBT. Foto: Reprodução

Ao dizer que nunca devolveu os ataques de Carlos Alberto na mesma moeda, Filomena deu uma outra versão para esse caso. “Quando teve aquele problema de Sandy e Junior, que explodiu aquele negócio que Xororó falou, e aí o UOL ligou [pra mim]: ‘Ah, você tava no camarim com Sandy e Junior? Foi o Marcelo? Porque ele assumiu que foi ele’. Por respeito a você, ela nem falou que foi você que deu aquele chutão na porta, que esfriou a espinha de todo mundo, que fez aquele escândalo público lá. Ela nem falou!”, entregou.

Continua depois da Publicidade

Filomena incentivou Carlos Alberto Nóbrega a trabalhar mais em sua recém-criada fundação beneficente, assim ele pararia de falar mal de Gorete Milagres na mídia. “Atinge ela, a mim, a família, os amigos, as pessoas, o público também. Pra quê?! Isso não vai te levar a lugar nenhum”. A personagem encerrou a gravação com uma reflexão bem séria. “O quanto uma mulher precisa ser grata a um homem para ele validar a gratidão? Já falei da gratidão inúmeras vezes, mas parece que nunca é suficiente. A mulher não pode fazer sucesso, ela não pode ser campeã de Ibope, não pode ter reconhecimento, porque senão ela se torna a pior companheira de trabalho. Ô, coitada! Carlos Alberto, deixa a dona Gorete em paz, deixa eu em paz, vamos seguir cada um seu caminho em paz. Vamos parar?! Já deu! Paz no coração”.

Mais detalhes dados por Gorete

Ainda neste sábado (31), em um bate-papo com Paulo Pacheco, do Observatório da TV, a atriz mineira desabafou sobre mais esse capítulo conturbado. “Estou muito chateada, muito nervosa, muito angustiada. Fiz o vídeo como Filomena em respeito a um senhor de 85 anos. Precisava que o tom fosse mais calmo e leve”, explicou. “Precisava falar muitas coisas, porque há quase 15 anos esse homem me atormenta. Já saí da Praça, fiz coisas da minha vida, e de dois em dois meses ele me calunia, fala inverdades, e eu não posso mais suportar. Por muito tempo eu fiquei calada”, completou.

A artista reforçou as história contadas no vídeo, declarando que a falta de reajuste salarial foi determinante para aceitar o primeiro convite da Globo. “Ele fala que paga bem, mas nunca me pagou bem, por isso aceitei ir para a Globo. Só fui valorizada pelo Silvio. Até hoje, o salário da Praça é absurdo, há pessoas que ganham R$ 500 para fazer um quadro”, acusou.

Carlos Alberto De Nobrega Marcelo De Nobrega 766838149cf97fa91bf6d28afb756282693ca542
Segundo Gorete Milagres, Marcelo de Nóbrega assumiu culpa para proteger o pai. Foto: Reprodução

Paulo, inclusive, foi o jornalista que entrou em contato com Gorete para saber a respeito do caso envolvendo a dupla Sandy e Junior, quando os cantores eram crianças e foram expulsos. “Você me ligou, mas eu não tive coragem de dizer que foi o Carlos Alberto que chutou aquela porta e mandou Sandy e Junior irem embora, porque o Marcelo de Nóbrega assumiu a culpa para defender o pai. Chorei junto, dei força a eles, e à noite o Xororó me ligou para agradecer”, entregou.

Continua depois da Publicidade

Milagres também abriu o coração de quando seguranças foram necessários para garantir sua integridade física, já que Carlos Alberto estaria se revoltado com sua presença no SBT. “Tiveram que colocar seguranças do meu lado com medo de o Carlos Alberto ir lá. Meu piloto não foi aprovado porque disseram que ele gritou: ‘Essa mulher não entra mais aqui!’. O que aconteceu com Moacyr depois? Foi demitido”, destacou.

A intérprete de Filó encerrou falando do convite que recebeu de Marcelo de Nóbrega para melhorar a audiência do programa “A Praça é Nossa”. “Eu não tenho necessidade financeira de voltar para a Praça, graças a Deus vivo muito bem, tenho meus empreendimentos. Marcelo pediu para eu escrever uma carta ao Carlos, e eu escrevi, mas não pedi desculpas. Sempre fui grata a ele, mas não tenho mais respeito a essa pessoa que há mais de 10 anos grita meu nome em vão”, concluiu.