Um Maluco no Pedaço (Divulgação/NBC)

Um Maluco no Pedaço: Will Smith revela por que série chegou ao fim, e aponta momento em que a trama entrou em declínio

A autobiografia de Will Smith continua surpreendendo os fãs. Nesta terça-feira (9), a Entertainment Weekly publicou um trecho da obra, no qual ele descreve alguns segredos sobre a sitcom “Um maluco no pedaço“, que o lançou para o estrelato. Entre as revelações, Will contou como decidiu o nome de seu personagem e como foi o processo por trás do encerramento da série de sucesso.

No livro, intitulado “Will”, ele revela que Alfonso Ribeiro, intérprete de Carlton Banks, lhe deu “o melhor conselho de todos”, ao dizer: “Ei, cara, eu ouço os produtores discutindo nomes para seu personagem. Vai por mim, dê seu nome ao seu personagem, Will Smith. Porque as pessoas vão chamá-lo assim para o resto de sua vida”. E deu certo mesmo, né?!

Will Smith e Alfonso Ribeiro. (Foto: Getty)
Will Smith e Alfonso Ribeiro. (Foto: Getty)

O ator também revelou que, em certo momento, sugeriu um “affair” com Karyn Parsons, que era Hillary Banks na sitcom, mas foi rejeitado pela colega de elenco. “Karyn não apenas derrotou várias atrizes de Hollywood para ganhar seu papel, como foi esperta o suficiente para me dizer ‘não’ quando eu tentei explicar que não éramos primos de verdade, então não haveria problema se namorássemos. “[Eu disse], ‘Eu juro que não vai atrapalhar nossa relação de trabalho.’ Ela sabia melhor do que isso — boa decisão, KP”, escreveu.

Will Smith e Karyn Parsons. (Foto: Divulgação)
Will Smith tentou um “affair” com Karyn Parsons na época do sitcom. (Foto: Divulgação)

Will Smith ainda deu detalhes de como a série chegou ao fim, com o último episódio exibido em 20 de maio de 1996, nos Estados Unidos. Segundo ele, o seriado estava começando a cair em qualidade e os episódios não eram mais tão “frescos” durante a quinta temporada.

“Qualquer pessoa que já participou de uma sitcom pode contar o episódio em que sua série começou a entrar em declínio. O nosso foi o episódio 15 da quinta temporada, ‘Balas Sobre Bel-Air’, aquele em que levei um tiro e Carlton começou a carregar uma arma”, recordou.

Na época, convites para filmes como “Os Bad Boys” e “Independence Day” já estavam chegando para o ator, que precisava decidir logo se continuaria para uma próxima temporada: “Eu tinha cumprido com sucesso uma promessa a mim mesmo de que nunca seria pego em um ciclo de deterioração sem ter o próximo projeto em vista. A série poderia facilmente sustentar outra temporada, esta era minha família, eu os amava. Mas uma carreira cinematográfica era agora uma opção viável. Eu estava em uma encruzilhada”.

Elenco original de "Um Maluco no Pedaço". (Divulgação/NBC)
Elenco original de “Um Maluco no Pedaço”. (Divulgação/NBC)

Will lembrou de uma pessoa que teve muita influência em sua decisão: John Amos, que apareceu em três episódios da série como o personagem Fred Wilkes. De acordo com Smith, Amos sabia o problema que ele estava enfrentando e disse que era sua responsabilidade garantir que seus colegas de elenco pudessem terminar o programa “com alguma dignidade”.

Continua depois da Publicidade

Smith se lembrou de ter assistido à série “Good Times” e se sentir insultado com a maneira como o personagem de Amos, James Evans, foi eliminado após uma disputada contratual. “Eu até senti a dor de John, de que talvez ele tivesse falhado com sua família na TV. Na semana seguinte, reuni meu elenco. Disse a todos que a sexta temporada seria nossa última e que eles deveriam aproveitar o ano para fazer os planos ou preparativos que achassem necessários. Prometi a eles que iríamos sair com estilo e graça”, explicou.

Apesar disso, Will Smith é o produtor do reboot do sitcom que está sendo desenvolvido para o Peacock e será estrelado por Jabari Banks. No Brasil, a série original, com Smith como protagonista, está disponível no catálogo da HBO Max.