Fotojet (4)

Mergulhador sobrevive após ser engolido por baleia nos EUA, e revela como escapou da morte: “Pensei: ‘minha hora chegou'”

Todos conhecem a história de Jonas e a baleia e também a de Pinóquio e a baleia, mas Michael Packard viveu na pele esse perrengue! Tudo aconteceu na última sexta-feira (11), em Cape Cod, Massachusetts, nos Estados Unidos. Segundo o norte-americano, ele mergulhou no mar a trabalho, para pescar lagostas quando, de repente, foi surpreendido e engolido por uma baleia Jubarte. Meu Deus!

Em uma entrevista à CNN norte-americana, Packard revelou como a situação aterrorizante aconteceu. “Mergulhei e desci uns 15 metros de profundidade. De repente, senti um solavanco enorme e tudo ficou escuro. E eu podia sentir que estava me movendo e pensei comigo mesmo: ‘Ok, é isso. Eu vou morrer'”, relatou. “Daí eu percebi: ‘Ai meu deus, estou na boca de uma baleia… Estou na boca de uma baleia e ela está tentando me engolir!'”, recordou.

Michael Packard
Michael Packard sobreviveu à situação assustadora com quase nenhum ferimento. (Foto: Reprodução / CNN)

Packard, de 56 anos, contou ainda que durante o momento, que durou de 30 a 40 segundos, conseguiu respirar graças ao seu tanque de oxigênio, mas, enquanto sentia o animal o pressionando com os músculos da boca para engoli-lo, só conseguiu pensar em sua família, especialmente no filho. Felizmente, logo a baleia emergiu, chacoalhou a cabeça e o cuspiu para fora. “De repente, ela subiu à superfície e começou a balançar a cabeça. Eu fui lançado no ar e caí na água. Estava livre”, celebrou. Ele foi resgatado por seus colegas de trabalho, que estavam em um barco nas proximidades.

Packard foi engolido por uma baleia jubarte na última sexta-feira (11), nos Estados Unidos. (Foto: Pixabay)

Continua depois da Publicidade

A parte mais surpreendente dessa história, no entanto, é que Michael escapou da boca do animal praticamente sem ferimentos. “Tive um joelho deslocado e apenas danos nos tecidos moles das minhas pernas. Também fiquei com medo de ter sofrido uma lesão de mergulho por ter subido muito rápido ou uma embolia, mas está tudo bem. O médico disse que estou bem”, explicou ele, em outra entrevista à NBC. Packard saiu mancando do hospital e sua mulher, Julie, ficou aliviada com o verdadeiro milagre. “Considerando o que ele passou, ele está muito bem. Nossa, estou muito agradecida”, desabafou. Imagina passar por uma situação dessas? Dá até arrepios! Ainda bem que tudo acabou bem!