Ex-BBB Diego Alemão paga fiança e deixa prisão: “Verdade vai prevalecer”; Advogado alega tentativa de extorsão; entenda!

Um dia após ter sido detido em Curitiba (PR), Diego Gasques, o Alemão, foi solto na tarde deste domingo (19). O vencedor do “BBB 7” pagou uma fiança de R$ 7 mil e foi liberado pela Justiça do Paraná. Sua defesa ainda alegou uma tentativa de extorsão por parte da vítima de uma colisão de automóveis.

Na tarde de hoje, a juíza Fernanda Maria Zerbetto Assis Monteiro autorizou sua liberação desde que ele cumprisse o “comparecimento bimestral à Justiça” e sob a “proibição de se ausentar da Comarca onde reside por prazo superior a oito dias, sem autorização judicial”, ou seja, que não deixe sua cidade – São Bernardo do Campo – pelos próximos oito dias, segundo o UOL.

Continua depois da Publicidade

De acordo com o Notícias da TV, Alemão afirmou: “A verdade vai prevalecer”. O empresário deixou a Delegacia de Delitos de Trânsito, onde passou a noite, e explicou à imprensa por que quis se manifestar. “Tem muita inverdade no meio desse show midiático que está sendo feito. Eu resolvi parar aqui porque fiquei sabendo que as redes foram infestadas de mensagens de apoio. Então, quero deixar meu muito obrigado”, disse ele.

Diego durante sua participação no “BBB 7”, vencido por ele (Foto: Reprodução/TV Globo)

De acordo com Jeffrey Chiquini, advogado de Diego, seu cliente teria oferecido R$ 7 mil à vítima da batida, que teria tentado extorqui-lo. “O Diego raspa no carro do motorista de aplicativo e mesmo assim para. Ele começou a conversar e pediu desculpas, falando que iria pagar. O cara reconhece ele e começa a apelar. Disse que era pouco [a quantia] e que iria o expôr. Aí bateram boca e entraram em vias de fato”, contou a defesa ao site Paraná Portal.

Continua depois da Publicidade

Ao UOL, o advogado reforçou a versão, de que teria transferido o valor antes mesmo da chegada da Polícia. “Em momento algum Diego se furtou de responsabilidade e no local dos fatos, inclusive, se propôs à reparação do dano patrimonial e realizou transferência bancária no valor de R$ 7 mil. Os fatos somente tiveram este desdobramento diante das incessantes exigências financeiras feitas pela suposta vítima, sob o pretexto de não expor a imagem de Diego aos veículos de comunicação”, comentou.

Entenda o caso

Diego Alemão foi preso em flagrante ontem (18), após se envolver em um acidente de trânsito, em Curitiba. A Polícia Civil relata que o ex-BBB ameaçou o outro condutor envolvido na colisão, além de desacatar as autoridades. A suspeita é de que ele dirigia sob efeito de álcool. A batida aconteceu às 7h, na Rua João Alencar Guimarães, na capital paranaense.

Diego Alemão (Foto: Reprodução)

Gasques foi encaminhado à Delegacia de Delitos de Trânsito (Dedetran), após o ocorrido. “Ele foi detido e encaminhado para a Delegacia de Delitos de Trânsito, por dirigir embriagado e agredir o condutor do veículo em que colidiu, além de desacatar os policiais”, dizia o comunicado oficial da Polícia Civil do Paraná. Assista a seguir ao momento exato em que Alemão é levado:

O segundo envolvido disse ser motorista de aplicativo e alegou estar estacionado, esperando um passageiro, quando Diego bateu na traseira do veículo dele. O rapaz declarou também que Alemão insistiu para que a polícia não fosse chamada e o agrediu no rosto, ferindo sua boca.

Continua depois da Publicidade

O delegado Leonardo Bueno deu mais detalhes do episódio ao Paraná Portal, relatando como teria sido o desacato. “Ele (Alemão) entrou em vias de fato, dando alguns tapas e um soco. Quando a polícia chegou ao local, ofendeu os policiais com palavras de baixo calão e se recusou ao teste do bafômetro. Os policiais descreveram sinais de embriaguez, como andar cambaleante e fala enrolada”, declarou.

Agora, segundo o UOL, as investigações seguirão na Delegacia de Delitos de Trânsito de Curitiba. O inquérito vai apurar as infrações de embriaguez ao volante, lesão corporal e desacato.