Chris Rock Will Smith

Plateia xinga Will Smith durante show de comédia de Chris Rock nos EUA, e humorista faz pedido

Em sua segunda aparição após o “Oscar”, Chris Rock impediu que um espectador de seu show de comédia xingasse Will Smith

Chris Rock ainda está “processando” tudo o que aconteceu no “Oscar 2022”… Mas parece não concordar que as pessoas menosprezem Will Smith. De acordo com a People, nesta quinta-feira (31), durante um show em Boston, Rock saiu em defesa do astro e impediu que sua plateia o xingasse.

O comediante, que está em sua turnê “Ego Death Tour”, fez a segunda apresentação desde o “tapão” que levou no palco da premiação. Ele começou o show falando brevemente sobre o que havia acontecido no fim de semana. No entanto, em determinado momento, um dos presentes gritou: “Vai se f*der, Will Smith!”. Chris, por sua vez, impediu que o xingamento seguisse adiante e logo interrompeu. “Não, não, não, não, não…”, respondeu ele.

Continua depois da Publicidade

Na noite anterior, em sua primeira aparição após o incidente, Chris foi ovacionado ao subir no palco e mencionou o episódio do Oscar pela primeira vez. “Como foi o fim de semana de vocês?”, brincou. “Eu não tenho um monte de [coisas para falar] sobre o que aconteceu, então se vocês vieram ouvir [sobre isso], eu tenho todo um [set de comédia] que eu escrevi antes deste final de semana”, apontou. Ele também admitiu: “Eu ainda estou meio que processando o que aconteceu. Então, em algum ponto, eu vou falar sobre esta m*rda. E vai ser sério e engraçado”. 

O caso do “tapão”

Chris Rock fez uma piada sobre Jada Pinkett Smith, esposa de Will, ao vivo no Oscar. A “brincadeira” envolvia o fato da apresentadora estar com a cabeça raspada – o que se deve a uma doença autoimune que ela encara. O astro de “Um Maluco no Pedaço”, por sua vez, perdeu a paciência, subiu no palco e desferiu um tapa no rosto de Chris. “Tire o nome da minha mulher da sua boca!”, gritou o ator.

Continua depois da Publicidade

A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas acusou Will de contato físico inapropriado, comportamento abusivo ou ameaçador, e de comprometer a integridade da Academia. O órgão também já antecipou que deve bater o martelo em menos de um mês sobre o que há de ser feito. “Na próxima reunião do conselho, em 18 de abril, a Academia pode tomar qualquer ação disciplinar, o que pode incluir suspensão, expulsão, ou outras sanções permitidas pelos Estatutos e Padrões de Conduta”, explicou.