Fotojet (14)

Heather Morris aponta motivo para comportamento problemático de Lea Michele nos bastidores de “Glee”: “Esse era o elefante na sala”

Quebrou o silêncio! Em entrevista ao podcast “Everything Iconic With Danny Pellegrino”, divulgada nesta quarta (26), a atriz Heather Morris, de “Glee“, voltou a falar sobre as polêmicas envolvendo Lea Michele nos bastidores do seriado, refletindo sobre por que ela ou outros membros do elenco não se manifestaram sobre os comportamentos problemáticos da colega de trabalho.

As denúncias contra Lea surgiram no ano passado, após Samantha Ware responder a um tuíte da cantora, afirmando que a mesma teria feito de sua experiência nos sets de filmagem “um verdadeiro inferno”. Morris, na ocasião, também chegou a dizer que era “desagradável” trabalhar com Michele, mas não explicou os motivos para tal.

Continua depois da Publicidade

Agora, a loira revelou o porquê de não ter se aprofundado no assunto. “Eu lembro que fui muito pressionada pelas pessoas, que diziam: ‘Isso é tão enigmático. Por que você não fala logo?’. E eu pensei: ‘Gente, ela está grávida e tudo isso está acontecendo'”, mencionou, sobre Lea estar esperando seu primeiro filho quando tudo aconteceu.

Segundo Heather, a única artista a tomar partido sobre o caso, ainda durante as gravações, foi Naya Rivera, que faleceu em 2020, aos 33 anos, após se afogar em um passeio num lago da Califórnia. “E é verdade, não sei se talvez tenhamos sido vítimas de bullying — e é típico que a vítima culpe a si mesma, que é o que as pessoas vem dizendo, mas… a única pessoa que foi honesta sobre isso foi a Naya (Rivera). E foi algo muito secreto no set”, afirmou.

Heather Morris Naya Rivera
Naya Rivera viveu Santana na série, par romântico de Brittany. (Foto: Divulgação)

Morris apontou também para as mudanças na sociedade, observando que atualmente tais comportamentos não são mas aceitáveis como um dia erroneamente foram: “Agora você vê todas essas coisas sendo expostas e envolvendo grandes nomes que foram desrespeitosos e maltrataram muitas pessoas. Nós definitivamente poderíamos ter nos manifestado e procurado os executivos da Fox, para dizer como nos sentíamos sobre a situação. Mas ninguém fez isso. Acho que muitas pessoas tinham medo, e eu sei, genuinamente, que eu sentia que isso não cabia a mim, e eu não sei por que, já que era membro do elenco”.

A atriz também acrescentou que parte do comportamento de Lea pode ter sido atribuído ao fato de ela estar de luto pela perda do então namorado, Cory Monteith, que morreu em julho de 2013. “Todos nós nos tornamos próximos de Lea em momentos diferentes, e depois todos deixamos de ser. Mas há aquele elemento humano de entender quem é essa pessoa, por ter crescido com essa pessoa, por vê-la tentar se tornar melhor e cuidar de si mesma após a morte de Cory. Esse era o elefante na sala, sabe”, reconheceu.

Por fim, a estrela avisou que não mantém contato com Michele, mas desejou a ela “tudo de bom” na jornada como mãe: “Ela tem um bebezinho em casa agora”.