Afastado, Kanye West pede desculpas a Kim Kardashian nas redes sociais após expor intimidades da esposa: ‘Por favor, me perdoe’

Após disparar uma série de acusações contra a esposa, desde a última segunda-feira (20), Kanye West voltou atrás neste sábado (25). O rapper pediu desculpas a Kim Kardashian por suas falas contra ela, e assumiu que não deveria ter tratado publicamente de questões pessoais de suas vidas.

“Eu gostaria de pedir desculpas para a minha esposa, Kim, por ter exposto ao público algo que era um assunto particular. Eu não a protegi como ela tem me protegido”, escreveu o astro na noite de hoje, pelo Twitter. “À Kim, gostaria de dizer que eu sei que te machuquei. Por favor, me perdoe. Obrigado por sempre estar aí por mim”, concluiu Kanye, na breve e direta mensagem. Olha só:

Kanye West pediu desculpas à esposa, Kim Kardashian, após uma série de acusações contra ela. (Foto: Reprodução/Twitter)

Na quinta-feira (23), o TMZ reportou que o músico estaria evitando contato com a mãe de seus quatro filhos. De acordo com a publicação, Kim estava tentando falar com o marido sobre o estado de saúde mental dele, visto que Kanye está enfrentando uma crise de transtorno bipolar. Entretanto, West “não estava sendo receptivo” às iniciativas da esposa. As fontes ainda acrescentaram ao site que o músico dispensou a sugestão de que a empresária fosse encontrá-lo no seu rancho em Wyoming – local no qual está “escondido” com amigos.

De qualquer forma, mesmo que os dois não tenham falado um com o outro, parece que o astro diminuiu a tensão contra sua esposa, né? Mas segundo insiders afirmaram ao TMZ, a preocupação de Kim com Kanye não é recente. No início do mês, a dona da “SKIMS” teria o acompanhado numa viagem à República Dominicana, já com a certeza de que algo sério estava acontecendo com ele.

Kanye West, Dave Chapelle e mais amigos no rancho em Cody, Wyoming. (Foto: Reprodução/Twitter)

Porém, a Kardashian precisou viajar de volta para casa para cuidar de suas quatro crianças. West, por sua vez, teria voado direto para a Carolina do Sul, onde fez seu polêmico e primeiro comício da campanha presidencial nos Estados Unidos – no qual caiu em prantos ao revelar uma conversa séria com Kim sobre um possível aborto de sua primeira filha.

Série de tuítes e acusações à família Kardashian-Jenner

Na noite de segunda-feira (20), o rapper usou seu Twitter para fazer uma série de alegações e comentários, citando membros da família Kardashian e personalidades famosas, como Anna Wintour e Drake. Kanye chegou a afirmar que sua esposa, Kim, tentou “prendê-lo” em uma clínica psiquiátrica, após seu discurso polêmico em comício para a presidência dos Estados Unidos. “Estava tentando voar para Wyoming com um médico para me prender como no filme ‘Corra’, porque eu chorei sobre salvar a vida da minha filha ontem”, ele escreveu.

Na madrugada de quarta-feira (22), Kanye fez uma nova leva de tuítes cheios de acusações e revelações. Nos comentários já deletados, o artista de 43 anos chamou a sogra de “supremacista branca”. Além disso, ele acusou novamente a esposa e a mãe dela de tentarem interná-lo à força e ainda afirmou que tenta se separar de Kim há dois anos, devido a um encontro dela com o rapper Meek Mill em novembro de 2018 para discutir reforma carcerária. No entanto, Kanye escreveu o tema da reunião entre aspas, como se estivesse sugerindo que a intenção dos dois era outra.

Kanye West acusou a esposa Kim Kardashian de ter tido um encontro com o rapper Meek MilL. (Fotos: Getty)

“Elas tentaram voar com dois médicos para me internar. Eu estou tentando me divorciar desde que a Kim se encontrou com Meek no [hotel] Waldolf para ‘reforma carcerária'”, disparou. No próximo tuíte, ele acrescentou: “Meek é meu cara e foi respeitoso. Esse é meu cachorro. Kim estava fora de controle”.

“Disse o futuro presidente” foi um dos únicos tuítes que o rapper não deletou (Foto: Reprodução/Twitter)

Pronunciamento de Kim Kardashian

Na quarta (22), através dos Stories no Instagram, Kim Kardashian publicou um longo texto, falando sobre saúde mental e sobre como eles sempre lidaram com o transtorno bipolar do rapper, em família. “Como muitos de vocês sabem, Kanye tem transtorno bipolar. Qualquer um que tenha isso ou tenha algum ente amado em suas vidas que tenha, sabe como é incrivelmente complicado e doloroso para entender”, iniciou ela, explicando por que nunca tratou o caso de forma pública.

“Eu nunca falei publicamente sobre como isso afetava nós em casa porque eu sou muito protetora em relação aos nossos filhos e ao direito do Kanye de privacidade quando diz respeito à saúde dele”, apontou. “Mas, hoje, eu sinto que eu deveria comentar sobre isso por causa do estigma e das interpretações erradas sobre saúde mental”, declarou.

Kim e Kanye são casados desde 2014. (Foto: Rich Fury/Forum Photos via Getty Images)

Sutilmente e com delicadeza, Kim explicou por que não poderia ‘trancafiá-lo’, como o marido alegou. “Aqueles que entendem de doenças mentais ou até comportamento compulsório sabem que a família é incapaz de fazer qualquer coisa a não ser que o membro seja menor de idade. As pessoas que não sabem ou estão longe dessa experiência podem julgar e não entender que o próprio indivíduo precisa querer entrar no processo de pedir ajuda não importa o quanto seus amigos e família tentem”, descreveu.

A mãe dos quatro filhos do rapper, então, tentou explicar o passado dele para entender seus pensamentos. “Eu entendo que o Kanye está sujeito a críticas porque ele é uma figura pública e, às vezes, suas ações podem gerar opiniões e emoções fortes. Ele é uma pessoa brilhante, mas complicada, que acima das pressões de ser um homem negro e um artista, já passou pela dolorosa perda de sua mãe, e tem que lidar com a pressão e isolamento que são amplificados por seu transtorno bipolar”, defendeu.

Kim Kardashian demonstrou seu apoio e preocupação com Kanye West após as recentes declarações do músico. (Foto: Getty)

No entanto, a Kardashian pontuou que, muitas vezes, as declarações do marido não condizem com o que ele realmente sente. “Aqueles que são próximos de Kanye conhecem o coração dele e entendem que suas palavras podem não se alinhar com suas intenções”, relatou. Ela ressaltou, no entanto, que isso não invalidaria seus sonhos e objetivos.

“Conviver com um transtorno bipolar não diminui ou invalida seus sonhos ou ideias criativas, não importa o quão grande ou longe elas possam parecer para alguns. Isso é parte de sua genialidade e, como todos nós testemunhamos, muitos de seus sonhos se tornam realidade”, apontou.

De acordo com o “Entertainment Tonight”, Kim Kardashian estaria “completamente arrasada” com a situação.