Coronavírus: Emocionante! Filho escala parede de hospital para se despedir da mãe, vítima da Covid-19, e comove a web: “Essa imagem causa um nó na garganta”

O amor de mãe e filho é mesmo comovente… Na última semana, a história de Jihad Al-Suwaiti emocionou o mundo. A mãe dele, Rasmi Suwaiti, de 73 anos, foi diagnosticada com a Covid-19 e teve de ser hospitalizada na UTI. Infelizmente, a senhora não resistiu – mas mesmo sem poder visitá-la, ele deu um jeito para despedir-se dela.

Como se sabe, a pandemia do coronavírus têm impedido visitas a pacientes hospitalizados, dado o altíssimo risco de contaminação. Em vista disso, Jihad fez questão de escalar as paredes do hospital em Hebron, na Cisjordânia, para poder ficar na janela do quarto em que sua mãe estava. De acordo com a Al Jazeera, o palestino marcou presença diariamente, até o dia em que ela faleceu, em 16 de julho. Confira as imagens:

O canal AJ+ explicou que Rasmi lutava contra uma leucemia, quando testou positivo para a Covid-19. Foram cinco dias de tratamento no hospital… até que seu filho pôde vê-la pela última vez em vida. Não à toa, a foto de Jihad viralizou nas redes sociais nesta terça-feira (21).

O ativista dos direitos humanos Mohamad Safa, integrante de programas da ONU, compartilhou uma homenagem: “O filho de uma mulher palestina que foi infectada com a Covid-19 escalou até o quarto dela no hospital para sentar e vê-la todas as noites, até que ela faleceu”.

Não demorou até que muitos também se sensibilizassem com essa história, admirados pelos últimos momentos entre mãe e filho. “Ela deve ter sido uma mãe incrível para criar um filho tão devotado. Bênçãos para ambos. Descanse em paz, querida senhora”, escreveu um perfil pelo Twitter. Veja mais algumas reações:

Vários perfis também se revoltaram com todos os contrastes da pandemia: enquanto muitos mal podem se despedir de seus familiares, alguns outros acreditam estar acima do vírus e da lei, fazendo festas, aglomerações, sem qualquer empatia.

“Será que algo poderia ser ainda mais triste do que apenas poder confortar nossos entes queridos através de uma janela, um celular, ou um tablet? Mesmo assim sou muito grata de que possamos fazer ao menos isso. Ela viu o rosto do filho pela última vez – eu oro para que ela esteja em paz agora”, comentou uma internauta.

“Parece que ele escalou bem alto. Que filho doce e amável. Eu só imagino como ele conseguiu chegar lá em cima e não teve problemas. Ao menos eles permitiram isso. Eu espero que essa mãe tenha visto ele lá, e o quanto ele a amava”, surpreendeu-se outra conta.

O Rodrigo, por sua vez, dividiu sua história na web. Assim como Jihad, ele também aguardou ansiosamente por seu pai – diagnosticado com o coronavírus. Felizmente, ele pôde celebrar que seu pai saiu da UTI e em breve se recuperará em casa.

Certamente, é uma história emocionante, que nos tocou profundamente… Manifestamos nossos sentimentos, e a esperança de que Jihad e toda sua família encontrem consolo nesse momento tão difícil.