Header (24)

Homem que ganhou R$ 47 milhões na loteria é condenado à prisão perpétua nos EUA; entenda o caso

Michael Todd Hill foi considerado culpado de matar sua namorada cinco anos após ser premiado

Um homem de 54 anos, que ganhou US$ 10 milhões (cerca de R$ 47 milhões) na loteria, foi condenado à passar o resto na vida na prisão, sem possibilidade de liberdade condicional, por matar a namorada. O crime ocorreu na Carolina do Norte, nos Estados Unidos, três anos após ele ficar milionário, segundo o canal de TV norte-americano WECT.

Michael Todd Hill foi considerado culpado pelo homicídio e condenado na última sexta-feira (27). Ele ganhou o prêmio em 2017 e, em julho de 2020, atirou na então namorada, Keonna Graham, de 23 anos, em um hotel. A jovem foi encontrada morta dentro de um dos quartos com um tiro na cabeça, e os  investigadores descobriram que Hill era a única pessoa que havia estado com ela no local.

Keonna 2
Keonna Graham foi morta pelo namorado, ganhador da loteria (Foto: Reprodução/Facebook)

De acordo com um comunicado divulgado por procuradores da Carolina do Norte, Michael confessou o crime e disse que o ato foi cometido por sentimentos de posse em relação a Keonna. Ele teria visto a namorada, que estava com ele há mais de um ano, trocando mensagens com outro homem.

Continua depois da Publicidade

Hill foi declarado culpado e condenado à prisão perpétua, sem direito a recorrer. A Justiça ainda não determinou o que será feito com a fortuna do condenado.