Tenso! Policiais investigam zoológico de “Tiger King” após suspeita de restos humanos em poço de jacarés; saiba os detalhes!

Surreal! Além de toda a bizarrice envolvida na história do zoológico de Joe Exotic, que inspirou a série documental “Tiger King”, da Netflix, o local pode ter mais uma manchete polêmica para colocar na conta. De acordo com o TMZ nesta sexta-feira (10), policiais acreditam terem encontrado restos humanos na propriedade… Mais precisamente, próximo ao poço em que jacarés vivem!

Ontem (9), o local abriu as portas para a gravação do programa “Ghose Adventures”, apresentado pelo investigador paranormal Zak Bagans, que levou consigo cães farejadores. Os animais teriam detectado o cheiro do que seria os restos mortais. As autoridades de Wynnewood assumiram o caso e começaram a investigar a descoberta dos cachorros.

O treinador dos cães farejadores da polícia acredita que realmente trata-se de restos humanos. “Os policiais estão em cena agora, e fomos informados de que estão discutindo um método para determinar se realmente há restos… E, se houver, como desenterrá-los com segurança”, relatou o TMZ.

Joe Exotic ganhou fama no mundo ao ter sua história contada na série “Tiger King”, da Netflix. Foto: Reprodução/Netflix

Uma fonte conversou com o site e explicou que, talvez, não há com o que se preocupar… “Joe disse que há cinzas de 4 pessoas enterradas na propriedade como um memorial. Pessoas que escolheram fazer do zoológico seu local de descanso final”, contou. No entanto, o informante não soube dizer de quem seriam essas cinzas deixadas lá e se há algum registro.

Enquanto isso, Joe Exotic segue preso, cumprindo a pena de 22 anos em reclusão por maus tratos a animais e por encomendar a morte de Carole Baskin. No mês passado, a ativista e sua inimiga número um ganhou na justiça o direito de comandar o zoológico, que atualmente se chama GW Exotic Animal Memorial Park. Jeff Lowe, ex-sócio de Joe e atual administrador do local, recebeu o prazo de 120 dias para deixar seu cargo.