The Handmaids Tale

The Handmaid’s Tale: Ator reage à morte CHOCANTE no último episódio da quarta temporada: “Sempre soube”

[ALERTA DE SPOILERS DA 4ª TEMPORADA DE THE HANDMAID’S TALE]

A quarta temporada de “The Handmaid’s Tale” chegou ao fim nesta quarta-feira (16), com o episódio “The Wilderness”. O plot twist foi de tirar o fôlego dos espectadores e trouxe um desfecho que mostrou a vingança de June (Elizabeth Moss) contra Fred Waterford, interpretado por Joseph Fiennes. Ainda nesta quarta, Fiennes falou com o “Deadline” sobre a morte chocante e brutal de seu personagem.

No episódio final, os fãs assistiram June e suas companheiras se vingarem de Waterford, depois de ele ter agredido e torturado as mulheres durante anos. Quando questionado se imaginava a morte do personagem, o ator disse que sabia que ia acontecer, mas não tinha certeza sobre como seria e nem quando seria. “Bruce Miller [showrunner] sabia, assim como Margaret Atwood [escritora] sabia, que era mencionado em alguns pontos do livro que Fred Waterford teria o seu castigo em um ‘Salvaging’, mas quando e por quem ainda não era claro”, disse. ‘Salvaging’ é o termo utilizado para se referir a execuções realizadas em público em Gilead, república fictícia da série.

A primeira temporada de "The Handmaid's Tale" foi ao ar em 2017. (Foto: Reprodução Youtube)
A primeira temporada de “The Handmaid’s Tale” foi ao ar em 2017. (Foto: Reprodução Youtube)

“Assim, sempre soube de alguma forma que seria introduzido na narrativa, e Bruce, muito gentilmente, no final de cada temporada, me convidava para um café e uma conversa sobre como as coisas iam ou para onde as coisas poderiam voltar. Lembro que no fim da segunda temporada, ele disse: ‘Ei, escuta, apenas um aviso de que o tempo para o comandante pode acabar mais ou menos na próxima temporada'”, continuou.

Fiennes contou que leu o roteiro da terceira temporada “furiosamente”, na expectativa de descobrir como seria o fim do personagem, mas não encontrou nada. “Fiquei tipo, ‘Bruce, o que aconteceu?’. E depois tivemos um reunião e ele disse: ‘Não, acho que é na quarta temporada’. Então ele me manteve um ano a mais do que eu pensava que ia ficar. Mas eu tive uma espécie de pressentimento no início”, lembrou o ator.

Joseph ainda fez uma reflexão sobre o significado da morte do seu personagem, dizendo que era algo que o público, mais do que a protagonista, precisava. “É paradoxal, e eu penso que a necessidade de justiça e vingança de Lizzie [Moss], ou melhor, a necessidade de June, é fascinante. É algo de que nós, como público, precisamos. É uma certa libertação porque ela vai realmente ficar livre, mas o paradoxo é que ela se torna um produto daquilo que ela quer extinguir”, explicou. Faz sentido, né? Mas não dá pra negar que o final do episódio — e de Fred Waterfordfoi muito satisfatório.

Joseph Fiennes era o Comandante Fred Waterford. (Foto: Reprodução Youtube)
Joseph Fiennes era o Comandante Fred Waterford. (Foto: Reprodução Youtube)

Ele continuou elogiando os produtores da série. “Adoro a forma como Bruce introduziu outro tema na narrativa, que é que na realidade, por vingança, temos de encontrar o encerramento e o perdão”, disse. Não somente isso, segundo o ator, June sabia que iria “se perder”, mas precisava concluir aquilo que sempre foi seu objetivo. “Tem que existir um senso de piedade e banalidade do mal, e eu adoro que June seja consciente da sua raiva e saiba que vai perder o seu eu espiritual para este impulso, esta necessidade de matar”, contou.

Continua depois da Publicidade

Fiennes finalizou dizendo que mal pode esperar para se sentar e apreciar a série de outra perspectiva, já que sempre esteve do lado de “dentro” da tela. Não sabemos se vai ser uma experiência tão bacana pra ele, já que o fim de seu personagem foi bem trágico — incluindo uma mordida pra lá de feroz da personagem de Elizabeth Moss. A última temporada foi transmitida nos Estados Unidos pela plataforma de streaming Hulu. Já os brasileiros, podem acompanhar a trama pelo Paramount Plus. Assista ao momento em que o personagem é morto: