Gemeas Gugu

Defesa das gêmeas de Gugu Liberato reage a críticas de João Augusto sobre disputa por herança do apresentador; leia a íntegra

Após o terrível acidente que levou à morte de Gugu Liberato, em novembro de 2019, diversas polêmicas passaram a cercar seu inventário e o testamento deixado por ele. A mais recente delas envolve a emancipação das gêmeas Marina e Sofia, de 17 anos, pela viúva de Gugu, Rose Miriam Di Matteo, deixando até o herdeiro do apresentador, João Augusto Liberato revoltado com a decisão.

Nesta segunda-feira (12), o advogado Nelson Willians, que representa Rose e as gêmeas, se manifestou sobre o caso em nota enviada ao site NaTelinha, e disse que João será o próximo a “ter os olhos abertos”, assim como ocorreu com as irmãs dele, Marina e Sofia. O especialista ainda argumentou que as pessoas que ele defende nunca tentaram manipular ninguém.

Continua depois da Publicidade

“Será uma questão de tempo — pouco tempo— para que ele (João Augusto) venha a descobrir que não são as irmãs ou a mãe as manipuladas nessa história toda. Cada um tem um tempo para crescer e amadurecer. A hora dele chegará com certeza, e estamos na torcida e de braços abertos. Reafirmamos acreditar que, a cada dia, estamos mais próximos de vermos a justiça ser feita”, afirmou Willians.

O comunicado vem dias após João encaminhar um texto para o colunista Lauro Jardim, do jornal O Globo.  No sábado (10), o herdeiro disparou críticas à mãe. Ele classificou a emancipação das gêmeas como “duvidosa” e afirmou, ainda, que as irmãs estão sendo “manipuladas” quando se trata da divisão da fortuna de Gugu, avaliada em quase R$1 bilhão. “Fico triste e indignado em ver as mentiras e a nova manipulação que vêm sofrendo as minhas irmãs, duas adolescentes, que não percebem que as pessoas estão atendendo a seus próprios interesses. Se tivessem mais idade e experiência perceberiam, sem dúvida”, começou o rapaz, em nota oficial.

“Eu, como filho primogênito do meu querido pai, Gugu Liberato, repudio fortemente as notícias que circulam sobre a duvidosa emancipação das minhas irmãs e confirmo sem dúvida alguma, a minha confiança nos advogados da família: o Dr. Carlos Regina, à frente do inventário do meu pai e que contava com sua total e absoluta confiança por muitos anos, e Dr. Dilermando Cigagna Jr., que defende a nossa família dessa aventura fantasiosa e dos desacertos causados, infelizmente, pela minha mãe e sua família”, pontuou João.

Continua depois da Publicidade

João Augusto é o mais velho dos filhos do nosso saudoso Gugu Liberato. (Foto: Reprodução / Instagram)

Na sequência, o primogênito de Liberato reforçou o intuito de cumprir com os últimos desejos do pai. “Confirmo também a confiança total em minha tia Aparecida Liberato, nomeada em vida pelo meu pai como a responsável para cumprir o testamento e cuidar e proteger minhas irmãs Sofia e Marina, ambas menores de idade. Assim era a vontade de meu pai e acredito que todos deveriam respeitá-la, porque se amanhã herdarmos algo, será fruto exclusivo de seu trabalho”, escreveu ele.

Rose Miriam Di Matteo então voltou a se tornar alvo do jovem. “Só posso imaginar que a atitude de envolver as minhas irmãs indevidamente e orientar para que mintam seja fruto do desespero, já que a verdade está colocada no processo judicial e elas no fundo, sabem disso”, acusou João. “Peço, se possível, a mídia composta por ex-colegas de meu pai, também jornalista, que não se deixe enganar por mentiras cujo objetivo é desrespeitar a última vontade expressa em testamento por meu pai”, concluiu.

Ataques à Rose Miriam

Esta não é a primeira vez que a reivindicação de Di Matteo à parte da fortuna de Gugu é questionada por João Augusto. Em fevereiro de 2020, época em que o mais velho dos Liberato ainda tinha o apoio das irmãs mais novas, os três filhos do apresentador decidiram se manifestar sobre o caso. Em uma carta aberta – feita pelos advogados da família e enviada ao “Fantástico” – João Augusto, Marina e Sofia, afirmaram que não concordavam com as atitudes da mãe na briga pela herança.

Continua depois da Publicidade

Na imagem, João Augusto, Gugu Liberato, as gêmeas Sofia e Marina e a mãe, Rose Miriam Di Matteo. (Foto: Reprodução / Instagram)

No texto divulgado no dominical da TV Globo, os adolescentes classificaram a disputa judicial como um “espetáculo”. “Os filhos de Gugu Liberato, por meio de seus advogados, em respeito à memória de seu pai e à vista das últimas declarações postadas na mídia pela defesa de sua mãe (Rose), esclarecem que não esperavam e não pactuam deste espetáculo que pretende transformar a mentira em verdade, para desvirtuar os legítimos desejos de seu pai e, principalmente, a realidade por todos eles vivenciada”, informou o comunicado.

A nota apontou, ainda, que apesar de expressarem o seu respeito à mãe, os jovens entendem que ela “deveria estar ao lado deles, não contra”. De acordo com os filhos, a médica estaria envolvida em uma teia “por pessoas que querem dela se aproveitar, induzindo-a a negar os fatos e a se expor pessoalmente em situação vulnerável para impressionar desavisados”. Confira o pronunciamento na íntegra.