Mc Kevin Deolane Cabrini

MC Kevin: Deolane Bezerra dá nova entrevista bombástica e explica briga com Bianca Domingues na delegacia: “Dei um tapa na cara dela”; assista!

Nesta quinta-feira (20), foi ao ar uma nova e bombástica entrevista de Deolane Bezerra sobre a morte do marido, MC Kevin. Em conversa com Roberto Cabrini, no “Cidade Alerta”, a advogada explicou por que brigou na delegacia com Bianca Domingues – a mulher que estava com o funkeiro momento antes de sua queda fatal. Mais uma vez, a viúva do artista também suspeitou das atitudes da acompanhante e do amigo do músico, MC VK.

De acordo com Deolane, uma conversa entre VK e Bianca na delegacia foi o estopim de seu estresse. “Eu dei um tapa na cara dela porque eu vi ela e o VK cochichando. Na verdade, eu queria bater no Victor [MC VK], só que quando eu vi ela fazendo isso, eu dei um tapa na cara dela e minhas irmãs me retiraram do local”, respondeu a esposa de Kevin sobre a confusão que deu o que falar.

Continua depois da Publicidade

Questionada pelo jornalista, Deolane disse acreditar que os dois estariam combinando qual versão apresentar à polícia. “Eu acho que sim [estavam combinando depoimentos], opinou. A advogada disse ter constatado que foi traída, mas que deixou esse fator de lado para focar nas respostas sobre a morte de seu marido. “Eu constatei que eu tinha sido traída quando eu li os depoimentos. Só que naquele momento eu tava com uma sede de justiça muito grande. Então, a traição eu deixei de lado pra tentar entender o que realmente aconteceu”, mencionou.

A esposa do funkeiro também se revoltou com os relatos da acompanhante de Kevin, que presenciou a cena. “Eu não aceito a Bianca falar que olhou pro dentro do quarto e não viu que o Kevin tava se jogando. Eu não aceito ela falar que viu ele passando a perna [na sacada] e não puxou ele. Eu não aceito isso. Você vê uma pessoa passando a perna e não puxa? Eu não aceito ela não saber o motivo do Kevin ter pulado, não ter falado que ninguém bateu à porta. Como ela está com ele e não sabe por que ele pulou?”, disparou Bezerra.

Continua depois da Publicidade

“Eu não aceito o Victor falar que em três minutos ele tomou banho, trocou de roupa, saiu e viu o Kevin. Eu não aceito o Kevin estar falando com a mãe dele até 17:27 e, após isso, em meia hora, trinta e oito minutos, acontecer tudo isso”, indignou-se Deolane.

A viúva também mencionou que nem mesmo sabia em quais quartos os amigos e a equipe de Kevin se hospedaram. “Eu nem sabia os quartos que as pessoas estavam”, disse ela. Cabrini, então, questionou se Deolane não teria batido na porta e, assim, assustado o marido. “Nunca, eu estava dormindo! Eu não tinha como ir nesse quarto. Eu estava dormindo”, afirmou.

Continua depois da Publicidade

Uma das versões do caso é a de que amigos de Kevin teriam simulado essa batida na porta, como se fossem Deolane, enquanto o MC estava no quarto com outra mulher. Então, o jornalista quis saber por que o artista teria medo daquela situação a ponto de tentar pular para outro apartamento. [Ele temia] porque eu falei pra ele que eu não ia aceitar mais nada. E porque eu acho que é normal de todo homem ter medo da mulher descobrir que ele trai – tanto a cultura do homem é trair, quanto é temer ser descoberto”, raciocinou ela.

Deolane recordou o momento em que foi informada sobre a queda, mencionando que não queriam que ela encontrasse Bianca. “Falaram que o Kevin tinha pulado da sacada. Eu não acreditei, eu falei: ‘Como assim? Tá louco? Eu tenho que descer, vamos lá’. Eles falaram: ‘Não, cunhada, fica aqui! Fica aqui! Calma!’. Eles estavam me protegendo de ver a menina lá embaixo, porque a menina estava lá embaixo. Descobri depois”, contou. A advogada também foi às lágrimas ao citar que não permitiram que ela chegasse próxima do marido. “Não me deixaram [ver o corpo do Kevin]. Eu tava lá sentada e a garota tava passando atrás de mim, porque ela desceu e ainda foi pra lá, onde tava o corpo dele”, comentou.

Cabrini ainda questionou Deolane sobre a discussão que ela e Kevin tiveram horas antes da tragédia. “O desentendimento [foi sobre] o pagamento que eu não queria que ele pagasse, porque a van foi vazia e eles teriam que voltar de van… Do jeito que nós vivíamos, pra mim [foi uma discussão] normal. Aí ele falava: ‘Eu não sou seu filhote, não, eu não seu filhote, não’. Porque eu estava falando que ele estava sendo otário pros outros, tipo, querendo mandar nele”, narrou Bezerra.

Continua depois da Publicidade

Antes disso, Kevin teria pedido que ela lhe entregasse o dinheiro para o pagamento. “Eu mando uma mensagem pra ele: ‘Kevin, é um quarto ou dois?’. E eu falo alguma coisa pra ele, acho que chamo ele de otário, porque eu também chamo na mensagem. Falo: ‘Meu, cê é um otário, tudo seu cê dá pros outros’. Dou o dinheiro pra ele, ele tava bebendo uma cerveja e ele joga cerveja no chão. E eu saio andando: ‘Ah, fica aí, vai, aproveita, fica aí’. E vou pro quarto. Ele vai atrás de mim até a porta do elevador e eu subo. Eu subi, pensei em ir embora, arrumei as malas”, recordou. [Pensei em ir embora] pelo desentendimento. Porque eu vi que os amigos dele ficaram e aquilo não era o que nós queríamos. Nós queríamos ficar”, completou a advogada.

Entenda o caso

Na segunda-feira (17), a polícia deu início às investigações para descobrir como ocorreu a morte de Kevin Nascimento Bueno, mais conhecido como MC Kevin. O rapaz de 23 anos perdeu a vida após cair do 5º andar de um hotel na orla da Barra da Tijuca, Rio de Janeiro, neste domingo (16). O funkeiro morava em Mogi das Cruzes, São Paulo, mas estava na capital carioca para realizar um show clandestino em uma boate na Vila Valqueire, Zona Oeste, no sábado (15).

A advogada Deolane Bezerra, esposa de Kevin, os amigos e a equipe de produção que trabalhava com o artista prestaram depoimento na madrugada da segunda-feira (17), na 16ª DP (Barra da Tijuca), que investiga o caso. Alguns deles também já haviam sido ouvidos ainda no hotel.

Captura De Tela 2021 05 16 Às 22.23.48
MC Kevin fez parcerias com nomes como MC Guimê, MC Don Juan e MC Hariel, e se tornou figura importante no funk paulista (Foto: Divulgação)

De acordo com informações do Corpo de Bombeiros, eles teriam sido acionados às 18h13 para atender a ocorrência da queda. O funkeiro chegou a ser levado para o hospital Miguel Couto, na Gávea, na Zona Sul, em estado muito grave. Kevin sofreu duas paradas cardiorrespiratórias e não resistiu. O corpo dele foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) e liberado na segunda (17), por parentes e amigos.

Continua depois da Publicidade

Depoimento de MC VK à polícia

Nessa quarta-feira (19), o G1 divulgou trechos do depoimento feito à polícia por Victor Elias Fontenelle, o MC VK – uma das pessoas que presenciou a tragédia. Em seu relato, Victor afirmou que tanto ele quanto o amigo tiveram relações sexuais naquela tarde com Bianca Domingues, no quarto de número 502. A esposa de Kevin, a advogada Deolane Bezerra, por sua vez, estava no cômodo em que o casal foi hospedado, número 1302, sem saber o que o marido estava fazendo.

Segundo Elias, em certo momento, Kevin chamou Bianca para que ficassem a sós na sacada e as cortinas foram fechadas. VK, por sua vez, teria se dirigido até o banheiro para se lavar e, quando retornou, abriu a persiana e visualizou o amigo já escorregando do parapeito da varanda. “Que o declarante viu quando as mãos de Kevin escorregaram; Que o declarante esclarece que Kevin não caiu ‘reto’, que ele foi se distanciando do prédio; Que o declarante viu que Kevin bateu em algo, como se fosse um telhado antes de cair no chão”, informa um trecho do documento.

Vk
Kevin caiu de uma altura de aproximadamente 15 metros, num vão entre o deque da piscina e um bar. A causa da morte indicada em laudo de necropsia foi traumatismo craniano. (Foto: Reprodução/TV Globo)

Também na 16ª DP da Barra da Tijuca, Victor disse que “a única razão que poderia levar Kevin a passar para o quarto do andar de baixo era o receio de ser descoberto por Deolane”. Entretanto, o MC declarou que, até onde sabia, a advogada não estava no corredor do quarto 502 ou batendo na porta. Por isso, para Elias não existe um motivo exato para o que aconteceu com o amigo.

Continua depois da Publicidade

Versões

Em entrevista ao “Cidade Alerta” na tarde desta quarta-feira (19), o diretor-geral da Polícia Civil do Rio de Janeiro, Antenor Lopes, detalhou o que ocorreu no dia do acidente.“A dinâmica que foi relatada na delegacia é de que eles (Kevin e VK) haviam conhecido essa jovem (Bianca) na praia e levaram ela para o hotel, para praticar sexo a três. Sexo consensual, os três. Em dado momento, o MC Kevin teria ficado muito assustado, apavorado, com medo de ser flagrado pela sua esposa, que também estava hospedada neste mesmo hotel, porém no 13º andar. Ele tentou passar para o andar de baixo, acabou escorregando e sofrendo o acidente que levou ao seu falecimento”, explicou.

Continua depois da Publicidade

Por fim, Antenor apontou que, até o momento, todos os depoimentos das testemunhas indicam morte acidental, mas afirmou que nenhuma linha de investigação foi descartada. Lopes explicou, ainda, que câmaras de segurança e laudos técnicos estão sendo analisados em busca de outras informações.

A morte de MC Kevin foi um choque e deixou seus familiares, amigos e milhares de fãs em luto. O artista recebeu uma série de tributos, incluindo de nomes como Neymar, Jojo Todynho, Kevinho, e o astro internacional Marlon Wayans, de “As Branquelas”. A mãe do funkeiro também fez uma comovente homenagem, resgatando a última foto que recebeu do filho. Além dela, foram várias as outras publicações lamentando a dor dessa partida… Confira, clicando aqui.