Eita! Paul Wesley e Matthew Davis, de “The Vampire Diaries”, se desentendem e trocam alfinetadas por política: “Gosta de votar em criminosos” — confira!

Amigos, amigos, votos à parte! A corrida eleitoral nos Estados Unidos está tão séria que até as celebridades estão brigando entre si. Na noite desta quarta-feira (7), enquanto comentavam o debate entre os candidatos a vice-presidente dos Estados Unidos, Paul Wesley e Matthew Davis – ambos de “The Vampire Diaries” – se desentenderam publicamente. Eita!

Um tuíte de Matthew – já deletado – deu início à questão, quando ele criticou a postura de Susan Page, moderadora do debate na CNN. “Seria legal se a moderadora parasse de interromper o Pence e o deixasse terminar seu ponto”, disse ele, em defesa do vice-presidente de Donald Trump, Mike Pence. Foi quando Wesley comprou a briga. “Também seria legal se o Pence respondesse à pergunta que ele foi questionado originalmente, ao invés de desviar”, criticou o ator.

Matthew Davis deu início ao debate acalorado com o colega de “The Vampire Diaries”. (Foto: Reprodução/Twitter)

Continua depois da Publicidade

Apesar de Matthew já ter excluído seus posts no Twitter, prints e reações na web mostram que as coisas esquentaram pra valer entre eles. Após a primeira resposta de Wesley, o intérprete de Alaric Saltzman na série dos vampiros resolveu atacar diretamente seu antigo colega de elenco. “Paul gosta de votar em criminosos e perdedores, assim como ele fez em 2016. Sua opinião nesse assunto carrega pouco peso até onde eu sei. Próximo”, disparou Davis.

Matthew Davis partiu para o ataque contra Paul Wesley. (Foto: Reprodução/Twitter)

Mas o eterno Stefan Salvatore não deixou barato. Wesley, então, rebateu a fala, afirmando que Donald Trump seria o verdadeiro “criminoso” da história. “Você está errado! Eu não votei pro Trump em 2016”, devolveu ele.

Continua depois da Publicidade

Na sequência, Paul debochou do artista, fazendo uma referência ao personagem dele em “TVD” e à erva que enfraquece os vampiros: “Galera, o Alaric tomou alguma verbena, ele tá enlouquecendo”. Em resposta, Matthew apenas compartilhou um emoji de bocejo, com sono pela reação do colega. Até que Wesley continuou provocando… “Relaxe, bebê, você sabe que sente a minha falta”, alfinetou.

Matthew passou a receber uma série de ataques, aos quais considerou como se fossem escritos por fãs de Wesley. Então, ele compartilhou vários prints em que internautas disseram coisas como “é por isso que eu f*di sua esposa” e “eu vou c*gar na sua boca, v*dia”. “Seus fãs realmente são de primeira classe. Você deve ficar bem orgulhoso”, ironizou Davis.

Matthew Davis rebateu com uma série de prints de mensagens enviadas a ele. (Foto: Reprodução/Twitter)

Continua depois da Publicidade

Mas Paul Wesley não se deixou abater e negou essa história. “Por que eu ficaria orgulhoso ou toleraria isso? Você é melhor que isso, Ernesto [Riley, personagem de Davis]. Pegar esses lixos da tela e tuitar pra mim não vai te render nenhum ponto”, declarou o ator, que finalizou o debate acalorado com um “te amo, amigo”. Que treta, gente!

Passada a discussão, na tarde de hoje (9), Matt voltou a reclamar das críticas que tem recebido no Twitter por seu posicionamento. Então, o ator resolveu explicar por que é a favor de Donald Trump. “Só para registrar: Eu sou um libertário social. O que significa que eu dou a mínima para o que você faz na sua vida particular. Desde que você não machuque outros, é a sua vida. Também sou um conservador fiscal do livre mercado, que quer gastos mais controlados no nosso governo”, iniciou ele.

Continua depois da Publicidade

“O que eu NÃO sou: um racista, preconceituoso, xenofóbico, transfóbico, homofóbico, supremacista branco, pedófilo. Todos os nomes maldosos pelos quais tenho sido chamados por aqueles da ‘esquerda tolerante’. Qualquer um que me conhece sabe que essas acusações difamadoras e desprezíveis são flagrantemente falsas”, declarou Matthew.

Vixe… Os nervos estão à flor da pele por lá.