Em tribunal, Amber Heard expõe foto ‘humilhante’ de Johnny Depp, que reage; Passagem controversa de diário escrito por atriz também é divulgada

O julgamento do processo de Johnny Depp contra o jornal ‘The Sun’ continua! Entre esta segunda (13) e terça-feira (14), novos detalhes do conturbado casamento entre o astro de Hollywood com Amber Head vieram à tona. Dentre as diversas revelações, o ator teve que reagir a uma foto dele, tirada pela ex e descrita como ‘humilhante’. Nela, Depp aparecia apagado em um sofá, com um pote de sorvete caído e escorrendo entre suas pernas.

Ainda no tribunal, o ator admitiu que ficava “desconfortável” com as cenas de sexo de Amber Heard e que a “encorajou” a não aparecer mais nua em filmes. Uma página do diário de Heard, em que ela descrevia uma briga tensa com o então marido durante a lua de mel, também foi mostrada para a Alta Corte de Londres.

Exibição de foto ‘humilhante’

Em seu último dia de depoimentos nessa segunda (13), o ator de 57 anos explicou por que aparecia apagado com o pote de sorvete caído em uma foto tirada por Heard e mostrada no Tribunal Superior de Londres. “Eu obviamente estava no limite e muito cansado, caindo no sono, e o sorvete se derramando sobre a minha perna”, descreveu Johnny, culpando as 17 horas diárias de trabalho, segundo o ‘Page Six’.

Ele admitiu que o momento aconteceu em uma ilha privada dele nas Bahamas, após ele concordar em escapar da cidade grande para um ‘detox de remédios e drogas’. “Ela tirou isso… ela mostrou para mim no dia seguinte e disse: ‘Olha o que você se tornou… olha para você, é patético'”, recordou o astro.

Questionado se Amber havia lhe mostrado outras fotos “de ferimentos” que ela afirma ter sofrido em seus ataques, Depp insistiu que não, dizendo que nunca viu nada antes do início do processo.

Cenas Nuas e de Sexo

Ainda nessa segunda, Johnny foi questionado se sentia ciúmes das cenas de sexo da esposa na época do casamento e se já havia tentado pará-las. O ator confessou que ficava desconfortável com a ideia dela fazendo cenas nuas, mas sugeriu que a atriz parasse apenas após Heard pedir conselhos a ele, de acordo com o ‘The Guardian’.

“Ela estava desconfortável com o pensamento de ser vista como um objeto sexual e esperava fazer filmes melhores, com personagens com mais substância e não queria ser objetificada, nem fazer cenas nuas novamente”, apontou Depp. Os advogados de Amber, então, alegaram que ele tentou controlar a vida dela, incluindo o que ela vestiria.

“Bem, eu nunca diria a ela o que vestir, mas eu certamente mencionava se eu achasse que o que ela estava vestindo ia completamente contra o que ela disse que queria, porque eu achava que aquilo não ajudava o fato de que ela queria ser levada mais a sério como atriz. Eu disse a ela que ela não precisava ficar pelada nos filmes”, afirmou o ator de “Piratas do Caribe”.

James Franco, que chegou a ser chamado de estuprador pelo ator na semana passada, também foi assunto do questionário. Johnny admitiu que não gostou quando descobriu que Amber poderia trabalhar com o rival. “Porque era inconsistente com os sentimentos que ela expressou a mim. Ela estava triste por ser objetificada e queria materiais mais profundos, algo que ela poderia mostrar suas habilidades como atriz”, explicou.

Depp chamou James Franco de ‘estuprador’ em um de seus depoimentos (Foto: Getty)

“Ela me dizia que não queria ser vista como a garota bonita ou que não queria ficar com os peitos para fora, ou nua, em um filme novamente. E eu disse: ‘Você não precisa’. Ela queria meu conselho, e eu dei meu conselho. Infelizmente, ou felizmente, ela continuou a fazer os mesmos tipos de filmes e eu pensei, para mim mesmo, que ela era superior a eles”, resumiu Depp.

Relato de briga no diário

Já nesta terça (14), o interrogado foi o segurança de Johnny Depp, Malcolm Connolly. O guarda-costas foi confrontado com uma página do diário de Amber Heard, que descrevia uma briga física que ela teve com o então marido durante a lua de mel deles, de 2015, em um trem no Sudeste Asiático. Connolly também estava presente na viagem.

A advogada do ‘The Sun’, Sasha Wass, foi quem leu o trecho. “Nossa briga foi terrível. Johnny… em um determinado momento se encontrou com a camiseta enrolada em volta do meu pescoço. Incrível pensar na precisão e coordenação exigidas considerando as circunstâncias fechadas. Eu nem sei como desfazer esse nó gigante e meio irritante na parte de trás da minha cabeça. M*rda, eu odeio isso”, estava escrito, segundo o ‘Deadline’. “Nós finalmente caímos no sono, amassados em uma raiva, medo e amor desesperados e infantis“, completou Amber.

Tanto Amber como Depp estiveram presentes no tribunal nesta terça (14) (Foto: Getty)

Após o relato, Malcolm afirmou que nunca viu o Johnny “atacar fisicamente ou bater” na Amber. “Eu nunca toleraria qualquer homem batendo em uma mulher. Não importa quem ele fosse, eu não toleraria isso. Nem se fosse meu chefe. Eu não ligaria se fosse o papa”, declarou ele.

“Mas se a briga tivesse acontecido às 3h30 da manhã, você acha que necessariamente saberia sobre ela?”, perguntou a advogada. “Eu nunca teria descoberto sobre ela”, admitiu o segurança. Ele ainda disse que “ouviu falar” em casos da Amber atacando o Johnny.

Relembre o caso

Depp está processando o tabloide britânico The Sun, após o jornal ter se referido a ele como “espancador de esposas” em uma matéria de 2018. Durante dias de depoimentos, o ator admitiu ter escrito uma mensagem de sangue com seu dedo mutilado após briga com a ex, chamou James Franco de “estuprador”, e também confessou ter dado cabeçadas “acidentalmente” em Amber Heard.

As acusações de Amber Heard e Johnny Depp após o divórcio têm vindo à tona durante o processo do astro contra o The Sun. (Fotos: Getty)

A atriz, por sua vez, deu mais relatos sobre o comportamento agressivo dele. Conversas antigas entre Johnny e Paul Bettany, o intérprete do Visão em “Vingadores”, também denunciaram que eles comentavam sobre modos de matar Amber Heard.

Já na última sexta-feira (10), em um áudio exposto no julgamento, Johnny Depp fazia um pedido sórdido a Amber Heard. Além disso, supostas mensagens expuseram ameaça bizarra do ator a Elon Musk. Pelo visto, essa briga parece estar longe de chegar ao fim…