Will Smith (2)

Will Smith se manifesta após ser banido do Oscar e eventos da Academia por 10 anos

O astro comentou a rígida decisão tomada nesta sexta-feira (8), que será válida por uma década

Will Smith se manifestou após a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas bani-lo do “Oscar” e de seus eventos por 10 anos. Na tarde de hoje (8), o artista foi sucinto ao comentar a decisão, tomada após a confusão entre ele e Chris Rock no “Oscar 2022”.

Em um comunicado à imprensa, Smith não foi contra a postura rígida da instituição. “Eu aceito e respeito a decisão da Academia”, afirmou ele, segundo o Page Six. Apesar de não poder comparecer mais a outros eventos da Academia por uma década, o astro ainda poderá disputar estatuetas da premiação. Inclusive, seu Oscar de “Melhor Ator” pelo filme “King Richard – Criando Campeãs”, anunciado minutos após o tapão, seguirá em suas mãos.

Will Smith Bate Chris Rock
Will Smith e Chris Rock protagonizaram treta no Oscar. (Foto: Getty)

Mais cedo, a Academia revelou o banimento e detonou a atitude do artista no palco. “O Conselho decidiu, por um período de 10 anos a partir de 8 de abril de 2022, que o sr. Smith não terá permissão de comparacer a nenhum evento ou programa da Academia, pessoalmente ou virtualmente, incluindo mas não somente o Academy Awards [Oscar], anunciaram David Rubin, presidente da Academia, e o CEO, Dawn Hudson. A instituição ainda classificou a postura de Smith como um “comportamento perigoso e inaceitável”.

Continua depois da Publicidade

Após uma reunião com seus membros líderes, a Academia pediu desculpas por não ter tomado nenhuma atitude ao longo da cerimônia. “Durante a transmissão, nós não lidamos adequeadamente com a situação. Por isso, nós sentimos muito. Essa era uma oportunidade para darmos o exemplo aos nossos convidados, espectadores, e à nossa família da Academia ao redor do mundo, e nós não cumprimos com as expectativas – despreparados para algo sem precendentes”, acrecentou o texto.

Chris Rock Will Smith
A Academia elogiou a postura de Chris Rock, e detonou o ataque de Will Smith. (Fotos: Getty)

Chris também foi citado na carta aos integrantes do órgão, elogiado por ter seguido em frente com sua participação na premiação, apesar de tudo o que viveu. “Nós queremos expressar nossa profunda gratidão para o sr. Rock, por manter sua compostura sob circunstâncias extraordinárias. Nós também queremos agradecer às nossas anfitriãs, aos indicados, aos apresentadores e aos vencedores por seu porte e por sua graça durante a transmisão”, continuou.

Continua depois da Publicidade

Por fim, a Academia disse esperar que a decisão reconquiste a confiança na instituição, e que ajude os dois astros envolvidos na polêmica. “A ação que estamos tomando hoje em resposta ao comportamento de Will Smith é um passo em direção ao objetivo maior de proteger a segurança dos nossos performers e convidados, e restaurar a confiança na Academia. Nós também esperamos que isso consiga dar início a um momento de cura e restauração a todos os envolvidos e impactados”, encerrou a nota.

O tapão e a renúncia de Will Smith

A história teve início no último dia 27 de março, quando Chris Rock fez uma piada sobre Jada Pinkett Smith, esposa de Will, ao vivo no Oscar. A “brincadeira” envolvia o fato da apresentadora estar com a cabeça raspada – o que se deve a uma doença autoimune que ela encara. O astro de “Um Maluco no Pedaço”, por sua vez, perdeu a paciência, subiu no palco e desferiu um tapa no rosto de Chris. “Tire o nome da minha mulher da sua boca!”, gritou o ator.

Após todo o bafafá em Hollywood, Will já havia pedido desculpas e renunciado à sua vaga como membro na Academia. “A lista dos que magoei é longa e inclui Chris, a sua família, muitos dos meus queridos amigos e entes queridos, todos os que estavam presentes, e audiências globais em casa. Traí a confiança da Academia. Privei outros nomeados e vencedores da sua oportunidade de celebrar e ser celebrado pelo seu extraordinário trabalho. Estou de coração partido”, afirmou.

Continua depois da Publicidade

Smith continuou, explicando outros motivos que o levaram a tomar esta decisão: “Quero voltar a colocar o foco naqueles que merecem atenção pelas suas realizações e permitir que a Academia volte ao incrível trabalho que faz para apoiar a criatividade e a arte no cinema. A mudança leva tempo, e estou empenhado em fazer um trabalho para garantir que nunca mais permita que a violência ultrapasse a razão”.

Will Smith Oscar
No palco do Oscar e fora da cerimônia, Will Smith fez uma série de pedidos de desculpas por sua atitude. (Foto: Getty)

Segundo o Deadline, além de renunciar à vaga, o ator garantiu que aceitaria qualquer punição adicional que a Academia considerasse apropriada… e assim se deu!