Erasmo Viana (Reprodução; PlayPlus)

A Fazenda 13: Erasmo Viana sugere atirar com arma de paintball em gays que fazem sexo em parque, e é criticado; assista

Erasmo Viana causou revolta nas redes sociais, novamente, após dizer que já cogitou atirar em casais gays com arma de paintball no Parque Ibirapuera, em São Paulo. Nesta terça (2), o influenciador fitness estava na sala de “A Fazenda 13” conversando com outros peões. Entre eles estava Gui Araujo, que comentou que o parque fica aberto até tarde no fim de ano por conta da decoração de Natal. Foi aí que o ex-marido de Gabriela Pugliesi afirmou não conseguir se exercitar no local.

“Velho, a noite é um motel a céu aberto o Ibirapuera. Os gays, cara, eles vão… E outra, quem treina lá, como eu corro todo dia de manhã lá, às vezes, vê os papeis higiênicos melados de b*sta no chão, camisinha pra car*lho. Quando você corre dentro do mato, de noite, os caras vão transar lá”, iniciou, relatando que, inclusive, procurou o ex-prefeito de São Paulo, Bruno Covas, falecido em maio deste ano, para tentar resolver a situação.

Foi então que o influenciador sugeriu uma possível “solução”, que chegou a ser cogitada por ele: “Aí, encosta nas árvores, fica transando e, no outro dia, quem vai correr pega toda a rebarba. Eu falava com os caras, com os moleques, com o Rodrigo, de pegar uma arma de paintball um dia e sair dando pau lá”, continuou. Assista ao momento:

Continua depois da Publicidade

Na web, os internautas acusaram Erasmo de homofobia. Homofobia é grave, machismo é grave. Se enxerga, ‘Orasmo'”, escreveu um perfil. “Erasmo ainda disse que estudou tudo sobre machismo, homofobia, LGBT, e coisas mais pra entrar lá sabendo. Tu já foi e continua sendo homofóbico, machista até o talo, xenofóbico… Acho que estudou muito pouco”, comentou mais um. Liziane Gutierrez, ex-peoa do reality rural, também criticou o ex-colega de confinamento: “Que lamentável, homofobia é crime. Consideramos justa toda a forma de amor! Mais um comentário para o livro de falas repugnantes do Erasmo, é o clichê de reality: ‘O Brasil está vendo!’. Doida pra edição mostrar isso”. Confira:

Continua depois da Publicidade

Segundo o portal Notícias da TV, Erasmo será denunciado por homofobia pelo ativista e deputado estadual suplente Agripino Magalhães. “Agripino Magalhães irá processá-lo por LGBTQIfobia. Por meio de uma denúncia crime contra o mesmo, por ofender e incitar o ódio contra a população LGBTQIA+. Qualquer pessoa que se sinta incomodada com a orientação sexual do outro deve responder na justiça”, diz a nota enviada pela assessoria do deputado.

“Não basta simplesmente nos indignarmos com casos de LGBQTIfobia. Temos que reagir! Criaturas LGBTQIfóbicas têm que responder e ser penalizadas com rigor pela lei”, escreveu Agripino nas redes. Segundo a publicação, a equipe de Erasmo Viana não retornou o contato.