BBB20: Após Babu, Rafa Kalimann conversa com almofada Wilson sobre a infância, e se mostra em dúvida com futuro; Assista

É, minha gente… o confinamento realmente mexe com a cabeça da galera! Kkkk Wilson, uma das almofadas do “BBB 20”, ganhou mais uma confidente. Rafa seguiu a ideia de Babu e aproveitou essa manhã (15) para conversar com o objeto inanimado sobre o resultado do último paredão, e também sobre sua vida.

“Você deve estar feliz que o Babu ficou, né? Também estou. Tem gente que é igual a gente, e a gente precisa se esforçar para gostar. Às vezes, até dá certo. Você deve ser assim com outras almofadas também. Mas tem gente que é completamente diferente de você, e a gente gosta de graça. É assim com Babu. Gosto dele de graça”, contou a sister.

Continua depois da Publicidade

Kalimann também explicou que o fato de ser mais quietinha e na dela não interferia em sua lealdade aos amigos. “Estou com saudade dos meus amigos. Mas dá para esperar mais dez dias. Sou uma amiga diferente, sabe? Eu sumo, não falo muito, mas sou muito leal. Eu mato e morro pelos meus amigos, só tenho uma forma diferente de demonstrar afeto”, garantiu ela.

Pitchulo que lute, porque a concorrência chegou! Kkkk (Foto: Reprodução/Globoplay)

Mesmo feliz com a permanência de Babu, Rafa ficou chateada de ver Gizelly partir. E ela desabafou sobre isso com o amigo almofadado. “Agora estou com sono, mas não queria voltar a dormir. O dia está tão bonito! Ontem foi tão ruim… não quero ficar pra baixo mais, sabe, Wilson. Eu sei que são escolhas nossas, mas aqui dentro, é difícil”, comentou a influenciadora.

A conversa foi fluindo – de apenas um lado kkk – até que a participante se abriu sobre sua infância e atual trabalho. “Meus pais pareciam ciganos, viviam mudando de casa. Eles se separaram quando eu tinha 12 anos e fomos morar em Uberlândia (MG). Com 14 anos mudei para São Paulo, fiquei até os 19. Não deu muito certo, foi muito difícil, voltei para Minas bem mal. Foi quando tudo aconteceu, parei de lutar e deixei Deus guiar. Ele fez tudo certinho e por isso hoje estou aqui”, relatou.

Rafa ainda avisou que sua atividade profissional não é tão fácil como muitos pensam. “É difícil, Wilson. É um trabalho frenético. Várias noites sem dormir, a cabeça não desliga. São muitas coisas acontecendo e, ao mesmo tempo, a gente tem que estar bem, apresentável e tem que manter nossa credibilidade. Espero que ela (credibilidade) não tenha ido embora depois desses 3 meses de programa”, brincou a sister.

E os seguimores de Kalimann receberam vários elogios! “Eles são muito legais, Wilson. Se eles não tivessem se identificado comigo, começado a me seguir, e isso ter se tornado meu trabalho, não sei onde eu e minha família estaríamos”, refletiu a morena.

Por fim, Rafa especulou sobre o que mudaria em sua carreira, após o término do reality. “Eu mostro tudo, tudo, tudo que estou fazendo! E as pessoas gostam, porque elas me acompanham. Devem gostar, né? É muito legal! É um carinho tão grande, Wilson, você não tem noção! E eu não tenho ideia de como vai ser quando eu sair daqui. Não sei se esse carinho vai aumentar, diminuir, se vai ser como era antes…”, indagou-se.