Smith

Programa de Jada Pinkett Smith retorna e faz referência a “tapão” de Will Smith em Chris Rock no Oscar; confira

Indiretamente, a atração falou que o assunto será abordado no futuro

O programa “Red Table Talk” voltou para sua quinta temporada e, logo no primeiro episódio, já falou sobre a polêmica do tapa de Will Smith em Chris Rock no Oscar 2022. A atração, protagonizada por Jada Pinkett Smith, sua filha Willow Smith, e sua mãe Adrienne Banfield Norris, deu a entender que o assunto será abordado mais profundamente no futuro.

Nos primeiros segundos do vídeo, liberado no Facebook Watch nesta quarta-feira (20), uma tela trouxe o comunicado: “Considerando tudo o que aconteceu nas últimas semanas, a família Smith tem se concentrado na cura profunda. Algumas das descobertas em torno de nossa cura serão compartilhadas na mesa quando o tempo chegar”.

Até lá, a mesa continuará se oferecendo para testemunhos poderosos, inspiradores e de cura, como o de nossa incrivelmente impressionante primeira convidada“, terminou o recado. Em seguida, o episódio seguiu com a entrevista já programada com Janelle Monáe.

Jada (1)
Indiretamente, o programa citou o incidente do Oscar. (Foto: Reprodução/ Facebook)

A gravação em questão foi feita antes da polêmica do Oscar. Durante os próximos 30 minutos da atração, o incidente não foi citado novamente. Depois que Will deu um tapa no rosto de Rock no palco – por conta de uma piada com os cabelos raspados de Jada -, o ator de “King Richard” veio a público para se desculpar, e acabou sendo banido das cerimônias da Academia nos próximos 10 anos.

Em comunicado, Smith também renunciou à sua vaga como membro da Academia. “A lista dos que magoei é longa e inclui Chris, a sua família, muitos dos meus queridos amigos e entes queridos, todos os que estavam presentes, e audiências globais em casa. Traí a confiança da Academia. Privei outros nomeados e vencedores da sua oportunidade de celebrar e ser celebrado pelo seu extraordinário trabalho. Estou de coração partido”, afirmou.

Continua depois da Publicidade

Smith continuou, explicando outros motivos que o levaram a tomar esta decisão: “Quero voltar a colocar o foco naqueles que merecem atenção pelas suas realizações e permitir que a Academia volte ao incrível trabalho que faz para apoiar a criatividade e a arte no cinema. A mudança leva tempo, e estou empenhado em fazer um trabalho para garantir que nunca mais permita que a violência ultrapasse a razão”. Segundo o Deadline, além de renunciar à vaga, o ator garantiu que aceitaria qualquer punição adicional que a Academia considerasse apropriada.

Will Smith Oscar
No palco do Oscar e fora da cerimônia, Will Smith fez uma série de pedidos de desculpas por sua atitude. (Foto: Getty)

A Academia também já havia alegado que Smith teria sido convidado a se retirar da premiação depois de atacar Chris Rock. Segundo a instituição, ele teria se recusado a sair de lá. “Enquanto nós gostaríamos de esclarecer que o Sr. Smith foi convidado a deixar a cerimônia e se recusou, nós também reconhecemos que poderíamos ter lidado com a situação de modo diferente”, pontuou um outro comunicado. Fontes próximas, entretanto, afirmaram que isso não teria acontecido.