Christopher Uckermann, do RBD, causa controvérsia com declaração sobre pandemia do coronavírus: ‘Não falo isso pra ser do contra’

O cantor e ator mexicano Christopher Von Uckermann, conhecido por ter feito parte do grupo “RBD”, chocou os fãs nessa segunda-feira (4), ao alimentar uma teoria de conspiração pra lá de bizarra envolvendo a pandemia do Covid-19. Sem declarar se acreditava ou não na existência do vírus, o rapaz comentou sobre a ação de uma suposta máfia por de trás dos hospitais, que buscava desviar dinheiro em cima dessa crise global.

Ele disse acreditar que pessoas sem a doença estão sendo falsamente diagnosticadas apenas para fins financeiros das instituições médicas.“Há um grupo de pessoas investigando o Covid-19. Existem pessoas relacionadas ao tema tanto no México, quanto em outros países do mundo. É importante que se questionem sobre o que está acontecendo. Há hospitais que estão recebendo grandes quantias de dinheiro para dizerem que as pessoas têm o coronavírus. Se questionem, peçam provas, vejam todas as possibilidades antes de tomarem uma decisão. Porque há uma máfia por trás disso”, declarou ele, aos 1,4 milhões de seguidores.

Em vídeos compartilhados na última noite (5) em seus Stories, o artista contou um pouco mais sobre suas ideias, e pediu que as pessoas “acordassem para a realidade”. “Para todos que sabem o que está acontecendo em nível mundial: essa é a hora que precisamos acordar. Quando virem algo estranho, informem aos demais. Informação é o poder. Muita gente tem medo de ver o que está acontecendo. Muito já entenderam, mas aos que não, questionem-se sobre tudo. É forte”, afirmou.

“Estamos vivendo algo histórico. Não estou dizendo se o vírus é real ou não. Esse não é o ponto. Mas o que há por de trás disso. Questionem-se. ‘O que está acontecendo ao meu redor?’. Não falo isso para ser do contra. Escutem seus corações. Vocês têm muito poder nas mãos”, acrescentou.

No último domingo (3), Uckermann também mostrou suas preocupações com o “fechamento” de cidades ao redor do globo, por conta da pandemia. O ator compartilhou em sua página, um tuíte do programador John McAfee, que dizia: “Alguém considerou as consequências óbvias do lockdown? Milhares de negócios vão falir, e isso vai causar um colapso na economia mundial – o que garantirá mortes por fome para milhares”.

Na sequência, Christopher publicou um vídeo mostrando funcionários públicos esterilizando as ruas da cidade onde vive, no México. Na concepção do rapaz, o serviço era feito exatamente durante a manhã, para que gerasse maior repercussão entre a população. “Em plena luz do dia para que seja mais chamativo e óbvio… O que acham?”, questionou ele.

Até o momento de divulgação dessa publicação, o México contava com 26.025 casos confirmados de Covid-19, e 2.507 mortos pela doença. No mundo, foram 3,68 milhões de infectados e 258 mil óbitos.